Saúde

Mel - Curiosidades e importância para a saúde

O mel é elaborado no organismo das abelhas a partir do nectar de diversas flores. É depositado na colméia dentro de pequenas células hexagonais que, em conjunto, chamam-se favo. Não são todas as flores que produzem néctar suficiente ou "gostoso" para que as abelhas produzam mel. Daí que sempre encontra-se no mercado os méis mais característicos, conforme as flores que foram visitadas pelas abelhas, que denominam-se florada.

Essas floradas diferem em cor, podendo se apresentar mais claras (laranjeira) ou escuras (eucalipto). Apresentam também diferenças na viscosidade, ou seja, o mel pode variar bastante de forma e cor de acordo com a flor que as abelhas buscaram o néctar.

Floradas:

  • Mel de Eucalipto: ajuda a combater a bronquite, a tosse e asma.
  • Mel de Laranja: regulador do intestino, tranquilizante natural.
  • Mel de Assa-peixe: tônico e depurativo do sangue, calmante.
  • Mel Silvestre: recomendado para o sistema nervoso, vias respiratórias e pele; é também calmante, laxante, desintoxicante.

O mel é riquíssimo em elementos nutritivos, devendo constar da dieta de todos, principalmente na de quem sofre de estresse e cansaço, com exceção de pessoas diabéticas. Contém água, glicose, sacarose, potássio, ferro, sódio, enxofre, cloro, cálcio, magnésio, fósforo, zinco, vitaminas do complexo B, vitaminas A, E, C e substâncias que agem como antibióticos naturais.

Tudo isso é inerente a qualquer tipo de florada. Todo mel de abelhas puro contém todos esses nutrientes, independente de ser assa-peixe ou silvestre. A escolha vai de acordo com o gosto de cada um.

O mel ajuda a desintoxicar e favorece a digestão, sem sobrecarregar o organismo, podendo ser usado na combinação com frutas, leite, iogurte, pães e biscoitos. É um dos melhores e mais eficientes contra os efeitos da gripe e resfriados. É também um ótimo complemento alimentar.

Informações importantes
A cristalização do mel (chamada popularmente de mel "açucarado") é uma garantia da pureza do mesmo, podendo ser utilizado desse modo sem perda de nenhum de seus benefícios. Caso não queira consumi-lo assim, coloque ao sol até às 11h e depois das 15h, ou em banho-maria até a temperatura de 40º. A maneira mais correta de se certificar da pureza do mel é fazendo uma análise laboratorial.

Extrato de Própolis
O própolis é uma substância resinosa que misturada ao álcool de cereais forma o extrato de própolis. Tem efeito anestésico, anti-inflamatório, cicatrizante, antibiótico e antifúngico. Pode ser usado em gargarejos, misturado ao mel ou água para ser ingerido. Ao contrário do mel e do pólen, não deve ser usado diariamente por um longo tempo. É aconselhado usar de 5 a 10 gotas, quatro vezes ao dia, durante 15 dias, e interromper o uso por 15 dias; se houver necessidade, retomar. Crianças tomam metade da dose.

Pólen
Encontramos nele todos os aminoácidos essenciais (que formam as proteínas), hidratos de carbono, lipídios, sais minerais, vitaminas B, C, D, E e H e enzimas diversas. Sua ação foi comprovada em vários casos de esgotamento do nervosismo e insônia, na melhora e prevenção da impotência e astenia sexual (devido ao seu alto teor de vitamina E), para estímulo e proteção das funções gástricas e hepáticas, na melhora do apetite e no crescimento infantil e no raquitismo. O ideal é que seja utilizado todo dia em jejum, e apenas uma colher de café de cada vez. Pode também ser misturado a sucos, vitaminas, iogurtes etc.

Mel com Própolis (anti-inflamatório e anti-gripal)
Indicado para faringites, amigdalites, gripes e resfriados. Usa-se uma colher de sobremesa, duas ou três vezes ao dia durante 15 dias. Crianças usam duas vezes ao dia.

Mel com Poejo, Assa-Peixe, Eucalipto, Guaco e Própolis (expectorante e anti-tussígeno)
O poejo elimina as secreções e diminui a tosse. O assa-peixe é também expectorante e ajuda a combater gripes e resfriados, sendo eficaz no combate a tosse. O eucalipto tem efeito anti-séptico e febrífugo. O guaco é usado para combater bronquites, gripes, tosses rebeldes, rouquidãoi e é também febrífugo. Todas associadas ao mel e ao própolis, usa-se duas colheres de sobremesa, duas ou três vezes ao dia.

Mel com gengibre e própolis (anti-gripal e anti-inflamatório)
Associado ao mel e ao própolis, o gengibre é indicado para amigdalite, bronquite, faringite e laringite. É útil também para pessoas que usam muito a voz (cantores, professores, advogados, etc), para ex-fumantes, ajudando na desintoxicação do organismo. Usa-se uma colher de sobremesa duas ou três vezes ao dia. Crianças usam 2 vezes ao dia.

Mel com raiz de lótus e própolis (expectorante)
Raiz de lótus (planta medicinal de origem asiática), associada ao mel e ao própolis, atua bem em distúrbios respiratórios (rouquidão, tosse). Atua como dilatador dos brônquios e como expectorante, sendo indicada no caso de asma, bronquite, amigdalite. Quando usada por fumantes, colabora na eliminação da nicotina e do alcatrão.

Fonte: Apiário Águas Claras - Br 267 Km 151, Manejo, Lima Duarte, MG. Tel: (021)627-4276.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Carla Meireles: Rosenir veja o que o mel traz de benefícios à saude... daqui a pouco posto o Alface.

Robson Karlos: muito bommmm

Herbert Breves: Esse mel de propolis 1000.