Casa

Área de serviço Cuidados com a ventilação e a iluminação são básicos para que o local seja mais agradável e útil

Renata Solano
*Colaboração
27/03/2008

Há um cômodo que nem todo mundo dá o devido valor, seja em uma casa ou um apartamento: a área de serviço. Este é um local que deve atender a necessidade de cada família ou pessoa. Desde o tamanho até sua função principal devem ser pensados antes de realizar um projeto para esta parte da casa.

Muitos acreditam que, por ser um cômodo mais "escondido", pode ser um cantinho da bagunça, mas o arquiteto Antônio Carlos Duarte (no vídeo) afirma que é preciso organização e beleza no ambiente. Desta forma, fica mais fácil organizar a lavagem de roupas, conservar os materiais de limpeza e evitar desperdícios e compras desnecessárias.

"Tem que ver a prioridade do espaço. tExiste área de serviço que é especifica para os cuidados com as roupas, mas têm casas e apartamentos em que o cômodo é dividido com a dispensa ou mesmo com o local onde ficam guardados equipamentos como aspirador de pó, ferro de passar, ferramentas e outras coisas. Por isso, é muito importante ter um armário no local para permitir que fique bem harmonioso para a pessoas que freqüentam e trabalham no ambiente", afirma Duarte.

Segundo o arquiteto, o espaço retangular é mais fácil de aproveitar para uma área de serviço. "Num cômodo quadrado, perdemos muito espaço porque, geralmente, o centro do espaço fica sem utilidade. Além disso, a área retangular permite uma disposição dos móveis de maneira mais equilibrada", comenta.

Elementos

Foto de área de serviço Para conseguir uma área de serviço com boa funcionalidade é preciso cuidar de dois elementos básicos: a luminosidade e a ventilação. "Pela lógica de seqüencia de serviços, lavar, secar e passar. É preciso ter um ambiente organizado e que tenha o contato com o ar e com a iluminação natural. Penso que mesmo se há uma máquina de secar na casa da pessoa, é mais econômico, natural e menos poluente deixar as roupas secarem naturalmente", defende.

Além dos elementos básicos para se obter um conforto no local, Duarte orienta que haja uma humanização do ambiente, seja através da colocação de cestos com frutas naturais e coloridas ou de vasos com plantas. "As pessoas julgam que é um local que não precisa estar bem arrumado, mas pelo contrário, enquanto há gente no ambiente, é preciso que ele seja adequado e agradável", comenta.

Foto de área de serviço O arquiteto diz que as cores mais claras devem ser preferidas para a área de serviço. "Paredes com tons claros como bege e branco permitem maior reflexão da luz, o que permite melhor secagem da roupa e até mais conforto para os olhos da(o) dona(o) de casa ou da auxiliar doméstica", define.

Para o revestimento do chão, Duarte aconselha o uso de materiais que facilitam a limpeza como mármores ou azulejos em granito. Na parede, o arquiteto confessa que a variedade é agradável. "Nos locais onde vai mexer muito com água como próximo à pia e à máquina de lavar, pode-se usar azulejos, mas em outras paredes podemos explorar a tinta, até porque ela é mais versátil e permite que a pessoa mude as cores conforme desejar com mais facilidade do que o azulejo", comenta.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF


Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.