• Assinantes
  • Casa

    Rogério Mascarenhas: A arquitetura de conquistas e histórias

    Nome do Colunista Luiz Henrique Duarte 20/04/2017

    Os traços arquitetônicos brasileiros, evidenciam no contexto urbano movimentos curvilíneos e retilíneos, inócuos ao tempo e ao espaço, através de uma supremacia de estilos diferentes, mas, com uma alta metamorfose artística, observados e visíveis em várias obras, como em construções residenciais, prédios comerciais ou históricos, igrejas, monumentos ou edificações de vanguarda. O uso da tecnologia, em conjunto com a evolução dos hábitos e costumes, permitem a concepção de ambientes aconchegantes e personalizados, visando sempre o bem-estar e o conforto dos usuários, evidenciando uma atmosfera acolhedora, um mobiliário ergonômico e multifuncional, para atender suas necessidades.

    Na arquitetura e no design de interiores, as tendências podem ser executadas e trabalhadas em vários detalhes, como em adornos complementares, revestimentos e na paleta de cores, buscando a finalidade de humanizar os espaços, para trazer o equilíbrio e a harmonia dentro de todos os projetos contemporâneos.

    Workshop

    O arquiteto e urbanista Rogério Mascarenhas Duarte Aguiar é um dos profissionais mais premiados da arquitetura brasileira, com projetos que são referências em todo o país, alguns com abrangência internacional, como a revitalização do rio Paraibuna. O projeto foi para representar o Brasil no evento promovido através do UIA (União Internacional dos Arquitetos) em Istambul, devido seu alcance e importância, caso fosse realizado um dia, para melhorar a qualidade de vida das pessoas e estrutura urbana de Juiz de Fora. Com simplicidade cativante, é evidente o amor de Mascarenhas por sua profissão, que fala com entusiasmo sobre cada detalhe criado em seus projetos.

    O profissional é o único arquiteto da cidade convidado para participar e ministrar palestra no Workshop com os "Grandes Nomes" da Arquitetura, Design e Decoração, que será realizado no dia 27 de abril no Teatro Solar, para trocar experiências, levando em consideração o atual mercado e o uso da criatividade. É de grande importância a reciclagem profissional e a busca de novas fontes de conhecimento, principalmente para os profissionais que já atuam na área, futuros arquitetos e designers de interiores, assim como pessoas envolvidas com a decoração em geral. "É uma honra muito grande ser o único profissional da cidade convidado para participar deste evento, que é inédito. A minha participação vem mostrar ao público a profissão que realizamos no município, e posteriormente, discutir com os colegas de outras cidades como é produzir arquitetura e design em diferentes realidades, e como apresentar a criatividade em um mercado que hoje é tão exigente", relata.

    Entre os profissionais participantes, estarão os arquitetos Paulo Alves e Indio da Costa - promovendo uma tarde de autógrafos, com o seu recente livro AR como Arquitetura, além dos designers Bruno Faucz, Daniela Ferro e Pedro Alves.

    Arquitetura

    A arquitetura é o bálsamo da arte, é o talento infinito transportado na forma de sentimentos, transmitidos em cada obra, é o intelecto artístico, observado nas fontes inspiradoras que estão espalhadas por todos os lugares, sejam em cidades, florestas, fazendas, praias, viagens, em tudo onde houver movimento e vida. As formas são traduzidas para arquitetura e são resultados de um olhar atento as transformações diárias, que estão próximas de cada um de nós. O escritório do arquiteto - primeiro a ser criado na cidade, comemora mais de 20 anos de atividades ininterruptas, com uma equipe que está sempre atenta as novas tendências da área. "Nunca deixei de trabalhar um único dia, porque eu não vou trabalhar, desço para o play (rs). Saio de casa de manhã e, as vezes, não deu a hora para ir trabalhar, outras, chego às 5h da manhã ", revela com entusiasmo.

    O profissional é graduado pela USU (Universidade Santa Úrsula), no Rio de Janeiro, concluindo o seu mestrado em Barcelona, a grande "meca" da arquitetura contemporânea, logo no início de sua vida profissional.  "Quando me formei, trabalhei seis meses em Juiz de Fora, em minha casa mesmo, e aí fui para Barcelona  fazer um mestrado, buscar um diferencial. Cheguei lá, na época dos Jogos Olímpicos, quando a cidade foi transformada. Todos os estudantes queriam estar lá", conta Rogério.

    Mascarenhas entende que a arquitetura está relacionada com o bem estar e a satisfação das pessoas, é como realizar os sonhos adormecidos dentro das pessoas e torná-los realidade. "Acima de tudo, eu vejo como objetivo final, proporcionar o bem estar, mais do que qualquer corrente estética ou estilística, eu acho que a arquitetura tem que proporcionar esta realização, seja em seu local de moradia, lazer ou trabalho",  resume o arquiteto.

    "Para atender as necessidades das pessoas, é preciso entender as suas reivindicações, para saber o que desejam, identificando como vivem, estabelecendo propostas e criando soluções", argumenta Rogério. A inspiração é uma alquimia envolvente e instigante, intrépida e nunca poderá ser esgotada. É preciso sabedoria e sensibilidade para apurar as referências e aprimorar novas fórmulas projetuais. "Eu não tenho uma linguagem única nos meus trabalhos, gosto de beber em várias fontes. Tenho como inspiração os arquitetos Oscar Niemeyer e Zuha Hadid", fala o profissional.

    Projetos

    Atualmente, existe dentro da arquitetura vários "nichos" para o profissional desenvolver e especializar-se. Mas, ficar limitado, desta maneira, não é objetivo do arquiteto, que gosta sempre de novos desafios, como trabalhar com aeroportos, casas noturnas, espaços corporativos, hospitais, mercado imobiliário, patrimônio histórico, residências, teatros, diversificando sua área de atuação. Mas, releva uma enorme satisfação em projetar "boates", referência de seu escritório, que trabalha, atualmente com três propostas neste setor. "Tenho essa necessidade de aceitar novos desafios e aprender como funciona, não fechar em um nicho só, gosto de estar aberto e criar novos elementos, pensando sempre que a arquitetura cria projetos para o ser humano, para trabalhar, morar e divertir-se, então, pensar os ambientes que as pessoas irão viver é uma grande satisfação. Isso não tem preço", explica Rogério.

    Entre os inúmeros projetos, está o Aeroporto Regional Presidente Itamar Augusto Cautieiro Franco, um convite realizado através do próprio ex- presidente da república, que na época, era governador do estado de Minas Gerais. "Ele me convidou para participar do desenvolvimento deste projeto, quando tinha poucos anos de formado", relata o arquiteto.

    Entretanto, o projeto é um elo histórico, que faz um intercâmbio cultural, trazendo as reminiscências entre as raízes e tradições mineiras, com uma interpretação moderna, cheia de majestosos significados. "Quando fizemos a proposta do aeroporto, com uma linguagem contemporânea, minha inspiração foi as antigas estações de trem, que sempre estiveram presente na cultura de Minas, é o projeto que mais tenho orgulho de ter participado", lembra o arquiteto.

    Tempos depois, Mascarenhas também foi o responsável por assinar o projeto "Memorial da República Presidente Itamar Franco", o qual Itamar só conheceu através dos croquis. Dois fatos marcantes, em momentos distintos, um em vida e outro sem sua presença física. O arquiteto, se reunia com ele, em sua fundação, para que pudesse participar do projeto, o qual contemplava cada detalhe. "O memorial tenta criar um movimento de curvas, mostrando a instabilidade econômica e política do país. Na época, Itamar conseguiu, com apenas dois anos de governo, estabilizar o país, fazendo um excelente trabalho", emociona-se Rogério, lembrando o período de criação com muito carinho.

    As lembranças também podem ser guardadas em outros memoráveis projetos, como o Privilège, famosa e sofisticada casa noturna, com filial em Búzios e referência em todo o Brasil. "Foi um desafio maravilhoso reunir em um só projeto três itens, que acho fundamental, a história do casarão, a natureza, que envolve todo o entorno, a tradição, e a tecnologia, utilizada para realizar a ampliação do espaço, onde, trabalhamos os contrastes, entre tijolos, o vidro e o aço", detalha o arquiteto.

    "Eu tenho muito para agradecer a essa equipe, que são amigos meu, colocando esses grandes desafios e oportunidades em minhas mãos, trabalhando aqui e em Búzios, além de projetar o de Angra".  A vida é feita de desafios e sonhos, pois as palavras provocam no universo uma força sobrenatural, propagando no infinito nossas emoções e sensações diárias, assim como nossos desejos e sonhos. O arquiteto apresenta como hobby  viajar e conhecer novos países. "Eu considero viajar o único luxo que gosto, sou uma pessoa de hábitos simples, não tenho hobbies sofisticados, eu posso falar que nestes vinte anos de arquitetura pude realizar todos os meus sonhos. Desde quando estava na faculdade, falava que gostaria de ter a minha casa,  meu escritório e viajar para 50 países. Já foram todos (rs)", comemora.

    Entre tantas histórias inéditas e muitos assuntos para contar, somos a essência de nossa própria luz. O profissional sabe permitir-se, consegue decifrar, analisar as diferenças dos vários contextos, agregar novas ideias, conhecendo diversas culturas, para refletir em seu trabalho profissional, e dentro de sua vida, os traços da razão e da emoção, conquistas, que não retroagem ao tempo, e só provocam estímulos para viver, estimulando novas conquistas e horizontes. Se a vida é fácil? Não saberei responder, mas paixão por tudo o que se faz, é fundamental! "Trabalhem com paixão, estudem o máximo que puderem, porque é fundamental para o arquiteto, observar os detalhes, como se faz, e a arquitetura, exige, todo o conhecimento do mundo, da física à química, da matemática ao português, da filosofia à psicologia, da estética à história, tudo o que existe, você pode aplicar na arquitetura", finaliza o arquiteto.

    As fotos de Angeliza Lopes Aquino registram.

    Participe de nossa promoção, a Dommani Alta Decoração, o portal acessa.com e nossa coluna está oferecendo um convite para os internautas e leitores, saiba dos detalhes em nossa página principal e boa sorte!

    Luiz Henrique Duarte é Bacharel em direito, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, boa música, arquitetura e tudo relacionado à estética do bem viver.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.