• Assinantes
  • Casa

    Arranjos de flores permanentes compõe a decoração dos ambientes

    Nome do Colunista Luiz Henrique Duarte 15/12/2017

    As flores contextualizam e enriquecem a humanização de todos os ambientes, independente do estilo da decoração do projeto de interiores. Os arranjos florais, sejam naturais ou permanentes, promovem uma sensação de frescor e receptividade em todos os espaços contemporâneos, exaltando uma atmosfera aconchegante e muito acolhedora. Além de proporcionarem uma estética dominante arrojada e cativante, as flores e folhagens permanentes estimulam as vibrações psico-sensoriais, o bem-estar e os detalhes sublimes que devem ser bem pensados dentro de um determinado espaço. As vegetações permanentes oferecem maior durabilidade, além da praticidade e funcionalidade na sua manutenção. As espécies artificiais precisam estar sempre em equilíbrio e harmonia com o mobiliário, os revestimentos, os adornos decorativos e a paleta de cores, assim como o projeto luminotécnico, que é capaz de valorizar todos os arranjos expostos, com muito estilo e sofisticação.

    Design e tecnologia

    Há tempos algumas espécies de flores artificiais eram réplicas pouco parecidas com os arranjos da flora natural, deixando os ambientes sobrecarregados e muito pretensiosos. Atualmente, com o uso da tecnologia na arquitetura de interiores, foram desenvolvidos arranjos de flores e vegetações permanentes semelhantes as espécies naturais, pensadas pelos designers de produtos que estão sempre buscando e pesquisando novos materiais. As variadas famílias de espécies florais estão replicadas em arranjos permanentes, que, as vezes, confundem os olhares humanos, devido aos detalhes minuciosos na composição das cores, caule, folhagens, raízes, sementes e troncos de sustentação. Muitas flores permanentes são confeccionadas e moldadas em impressoras 3D, onde o silicone é o material mais similar a vegetação natural.

    Ambientes e flores

    Para utilizarmos uma "vegetação fake" em nossos projetos de interiores, podemos ousar em nossas composições florais, porém, com muito bom senso e estilo. Os ambientes contemporâneos permitem várias composições de arranjos florais artificiais, os quais podem ser expostos em salas de estar e jantar, banheiros, closets, corredores, lavabos, halls de entradas, varandas gourmet com cortinas de vidro e onde mais permitir. Geralmente, os ambientes corporativos podem ser humanizados com as vegetações permanentes, facilitando os cuidados e a manutenção. Para consagrar todos os espaços de vanguarda, várias espécies permanentes podem ser consideradas verdadeiras obras de arte, como as flores expostas com requinte e sofisticação em jarras, cachepôs e vasos decorativos (Jade Interiores) seguindo as tendências flowers-fashion que incidem nesta estação.

    As espécies permanentes de flores e folhagens, como astromélias, amor-perfeito, bambu-mussô, bromélias, cactus, cerejeiras, crisântemos, copos de leite, estrelicias, gérberas, hortênsias, lírios, palmeiras, rosas-da-china, suculentas e tulipas, são as mais recomendadas para todos os ambientes. Mas, as vezes, alguns ambientes residenciais, apresentam pouca luminosidade e ventilação, onde as espécies permanentes são recomendadas. Para pessoas que apresentam reações alérgicas com o perfume ou pólen das espécies naturais, os arranjos artificiais também são indicados, evitando o desconforto e garantindo ambientes humanizados com muito sucesso.

    Os bambus-mussôs são uma das vegetações mais procuradas por profissionais do design de interiores e paisagistas e podem ser expostos em todos os ambientes, uma vez que, as espécies permanentes são criadas com o tronco natural e folhas artificiais. Além da praticidade, sua manutenção não requer cuidados diários, e as folhas perenes não soltam em processos de renovação, como acontece com as espécies naturais.

    Saiba escolher

    Para decidir em optar por flores permanentes, é preciso considerar alguns fatores, como verificar o material de sua origem. Os plásticos grosseiros devem ser abolidos, como também os tecidos de algodão, seda e veludo, pois acumulam resíduos com muita facilidade, dependendo dos ambientes que serão expostos. Os materiais em e.v.a também podem ser extintos. Uma composição de flores artificiais deve causar impacto e roubar todas as cenas, promovendo um contexto nobre, onde a beleza e a qualidade são fundamentais.  As flores de boa qualidade são determinantes para evidenciar à harmonia e o mix das composições, podendo-se misturar três espécies, duas florais e o restante de folhagens, galhos ou ramos verdes.

    • Escolha flores que pareçam réplicas das espécies naturais originais.
    • Jamais escolha flores artificiais com cores e nuances avassaladoras e berrantes, pois, comprometem o décor dos ambientes.
    • As espécies florais precisam de ter estilo, equilíbrio e harmonia, com todos os tons envolvidos na mesma composição.
    • Crie volume e assimetria, procurando desconstruir os arranjos elaborados, assim, parecerão naturais.
    • Nunca faça combinações inusitadas, podem parecer pretensiosas demais e carregar os espaços onde serão expostas.
    • Flores da mesma família ou gênero, facilitam as composições.
    • Os recipientes para compor os arranjos, podem ser cachepôs, jarras ou vasos.
    • Cristais, cerâmicas, muranos, vidros ou cestos, tudo pode ser utilizado com critérios bom gosto.

    Vantagens e montagem

    Os arranjos com as vegetações de flores permanentes apresentam muitas vantagens, principalmente na questão da durabilidade, e podem ser inseridos na decoração de interiores em qualquer época do ano. Este tipo de arranjo, pode permanecer em nossos acervos de enfeites por vários anos, dependendo dos cuidados em sua manutenção, que deverá der realizada semanalmente, com água limpa e detergente neutro.

    As flores artificiais, não requerem adubação, podas e regas, e jamais perdem à beleza ou ficam murchas. Para montar, o seu arranjo de flores permanentes, é preciso, somente atentar para alguns aspectos:

    • Verifique as dimensões do espaço onde será introduzido o arranjo, a atura e as dimensões do móvel onde ele será exposto.
    • Escolha as espécies florais que mais agradam e combinam com o seu estilo e personalidade, completando a sua decoração.
    • Decida por um recipiente para montar os arranjos que traga praticidade.
    • Utilize areia higienizada para sustentar o caule das espécies florais.
    • Corte algumas hastes na altura desejada, procurando uma aparência despojada e natural.
    • Procure deixar algumas flores assimétricas e paralelas.
    • Caso utilize folhagens, procure destacar mais às flores.
    • Sempre exponha os cachepôs ou jarras com às flores para frente e nunca na posição lateral.
    • Jarras transparentes, necessitam de musgos ou cipós para promoverem o acabamento.
    • Caso utilize, vasos de chão, com folhagens e plantas, verifique o tamanho do caule, que nunca deverá ficar escondido. Faça acabamentos ao redor do diâmetro do vaso, com madeiras cortadas em lâminas.
    • Nunca exponha vários arranjos artificiais em um ambiente.
    • Os aparadores e buffets são excelentes para expor arranjos.
    • Em lavabos e banheiros, às orquídeas, oferecem beleza e requinte, pois, são elementos verticais e não ocupam espaços sobre às bancadas.

    Os arranjos permanentes, são ótimas opções para as festas de final de ano, devido à sua infinita durabilidade. Os bules antigos, vidros com design e garrafas de bebidas, também podem ser utilizados como jarras. O mais importante, é às flores apresentarem uma boa qualidade e confundirem os nossos olhos como se fossem plantas naturais. Para acertar nas escolhas, a sugestão, é à montagem de arranjos com às espécies de sua preferência, garantindo ambientes super agraváveis e aconchegantes. Inspire-se! Tudo poderá ser adaptado e reaproveitado, caso possua um arranjo antigo, em bom estado de conservação, troque os cachepôs ou jarras.

    Nada rouba a beleza das flores naturais e seu perfume, mas, vamos combinar, as "flores de plástico" não morrem jamais!

    As fotos ACESSA.com registram.

    Luiz Henrique Duarte é Bacharel em direito, designer de interiores graduado, jornalista apaixonado por arte clássica e contemporânea, boa música, arquitetura e tudo relacionado à estética do bem viver.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.