Casa

Decoração com quadros Não existe quadro indicado para este ou aquele ambiente. Anote
os cuidados na hora de escolher as molduras

Renata Solano
*Colaboração
27/11/07

Não existe quadro indicado para este ou aquele ambiente. Entretanto, o estilo do quadro pode acompanhar o estilo da decoração. Por exemplo, se a sua sala de jantar é clássica, uma boa pedida é um quadro de natureza morta. Na sala de estar do mesmo estilo, telas de paisagem caem bem.

Além da decoração do ambiente, a iluminação também é fato importante. Se no ambiente existirem quadros, eles sem dúvida devem merecer uma atenção especial na sua iluminação, pois um feixe luminoso correto cria uma relação privilegiada entre o espectador e o quadro.

A composição com molduras

Existem vários tipos de quadros, desde os mais modernos e impressionistas até os quadros mais convencionais e clássicos. Dessa forma, o cuidado na hora de compor a tela com o ambiente e com a moldura é necessário.

Foto de molduras "A primeira coisa que a pessoa deve observar na hora de escolher as molduras é preciso verificar a harmonia com a tela. Muita gente vem na loja com o interesse em determinada moldura, porque vai combinar mais com o ambiente, mas comete um erro quando não percebe que o tipo de moldura pode comprometer a informação do quadro em si", explica o proprietário de uma loja de molduras de Juiz de Fora, Itamar Martins

Em telas onde foram utilizadas pinturas e texturas com cores quentes, como vermelho, marrom e amarelo, o ideal é usar molduras com a mesma intensidade de cor, para não fazer um contraste muito grande que cause desconforto.

Quando as pinturas forem feitas com o uso de cores mais frias como azul, verde e branco, o conselho é a utilização de molduras prateadas ou de cores similares.

Alguns quadros são feitos com composição de telas, através de sobreposição de formatos e tamanhos distintos, quadros com recortes, com detalhes reais, como flores, latas e trigo, por exemplo, e com tapeçaria. Estes, nem sempre exigem molduras.

quadro na loja de moldura quadro na loja de moldura quadro na loja de moldura

Segundo o gerente de uma loja de materiais e decoração de interiores, Bruno Leandro (no vídeo) algumas pessoas mais tradicionais acham que quadro precisa de moldura. "Nestes casos a gente indica que utilizem, em quadros abstratos e com muitas informações, o uso de molduras muito simples, como filetes, por exemplo", acrescenta.

Os cuidados na hora de escolher a moldura

  • O desenho de uma moldura deve ter relação com o tema e a densidade da obra, se um quadro simples e leve, combina com uma moldura reta e pequena
  • Uma moldura côncava, ou seja, menos elevada no meio que nas bordas, aumenta a impressão de perspectiva sugerida em uma obra, portanto, é preciso sempre analisar a informação sugerida pelo artista
  • Uma pintura sem perspectiva pede uma moldura convexa, ou seja, de saliência curva, que aparente uma distância com a parede
  • Trabalhos densos pedem molduras de linhas fortes para conter a imagem
  • Trabalhos delicados pedem molduras simples e leves, para não gerar um conflito
  • As molduras devem ser usadas, principalmente em telas lineares, sem muita preposição ou textura
  • Cores marcantes no passe-partout (primeira moldura, mais simples) ajudam a separar a imagem da moldura, criando uma sensação de perspectiva
  • Molduras com tonalidades claras, como bege, branco e laqueado, devem ser usadas para acentuar as cores
  • No caso de figuras e imagens com papel, quando for necessário o uso do vidro deve-se fazer a utilização de vidros anti-reflexo, para não comprometer a figura e nem transformar o quadro em um espelho

"O preço da emolduração de um quadro varia muito, de acordo com o trabalho que vai ser fazer. Fatores como tamanho da obra e composição entre várias molduras acometem num aumento do preço. Em média demoramos entre três e sete dias para entregar o quadro com a moldura pronta", explica Itamar.

Segundo Itamar, a tendência ditada pelos decoradores e arquitetos é a de usar molduras laqueadas, em branco fosco ou com brilho ou bege.

Como decorar com quadros

foto de Rose Valverde Segundo a artista plástica e decoradora de interiores, Rose Valverde (foto ao lado), a escolha das cores do quadro nem sempre precisa estar presentes em algum móvel ou objeto de decoração, como tapetes e almofadas. "Mas pode-se fazer a combinação na hora de escolher uma moldura, se os móveis são mais rústicos, a escolha de uma moldura neste estilo cai bem. O importante é a pessoa gostar do quadro e se sinta agradável com a presença dele no ambiente", explica.

Não se deve exagerar na quantidade e no tamanho dos quadros em cômodos pequenos, principalmente se eles já têm muitos móveis. No entanto, Rose acredita que isso tudo depende da cultura. "Nós brasileiros nem sempre estamos acostumados com o excesso de quadros, mas em alguns lugares o uso de telas chega a ocupar todas as paredes dos ambientes, tem quadros até em cima da porta", acrescenta.

A dica é, antes de pendurar os quadros na parede, faça a composição imaginada no chão. Assim, pode-se ter uma idéia de como vai ficar, sem correr o risco de furar a parede desnecessariamente.

quadro na loja de moldura quadro na loja de moldura quadro de Kureb, Pedro Ivo e Tiago Macedo
Cuidados e limpeza

Para fazer a limpeza das molduras, é preciso tirar o pó com um pano ou, se a moldura for muito trabalhada, utilize um pincel. Na parte de trás da moldura, é preciso tomar cuidado com a instalação de insetos e traças, que podem estragar a obra, por isso sempre limpe a parte traseira do quadro.

Os quadros à óleo pedem limpeza cuidadosa, duas vezes ou mais ao ano, caso fiquem expostos à poeira. Não faça uso de aspirador de pó, ventilador ou secador para realizar a limpeza, porque a sucção e o vento pode estalar a pintura.

A dica para evitar que os quadros marquem a parede é colar em cada canto interno da moldura pedaço de cortiça.

Evite que o sol bata diretamente sobre as telas. Se tomar muito sol o quadro pode até empenar. Por isso, o controle da quantidade de luz é fundamental.

Leve os quadros ao moldureiro pelo menos uma vez por ano. Assim, ele poderá fazer uma limpeza completa e cuidadosa no objeto e aplicar um remédio para que ele fique livre dos cupins.

Fique atento à incidência de mofo ou algum tipo de infiltração na parede porque qualquer descuido neste sentido pode danificar o quadro.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social da UFJF

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Sidinei Brito: Adorei essa matéria, para quem gosta de quadros abstrato indico visitar este site: http://quadrosabstratosbritto.com/Quadro-abstrato-decorativo-para-sala-de-estar-quarto-hall quadro abstrato decorativo para sala, sala de estar, quarto e hall. Britto Abstrato Espontâneo trazendo alegria, charme e design para seu lar.

Lilia Martins: Ótimas explicações.Adorei