Cidade

Segunda-feira, 14 de abril de 2008, atualizada às 13h01

Obra do Restaurante Popular está atrasada. Previsão é de que seja entregue para a população só no próximo ano



Daniele Gruppi
Repórter

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar (Comsea) visitou a obra do Restaurante Popular na última sexta-feira, dia 11 de abril. Segundo a presidente do Conselho, Betina Kayro, os trabalhos estão atrasados, na fase de fundação ainda, e a previsão é de que a obra só seja entregue à população em 2009, e não mais em dezembro deste ano, conforme divulgado anteriormente. A próxima visita vai ser agendada para o mês de julho.

"Percebemos que o período de chuvas está atrapalhando e não havia equipamentos necessários. No terreno há muitas pedras devido à antiga casa e os trabalhadores estão retirando à mão, o que poderia ser feito por máquinas", diz a presidente do Conselho.

Betina afirma que em cada mês de obra é feito um cronograma. "Quando uma fase é finalizada, é feito um relatório, entregue para a Caixa Econômica para liberação de verba a fim de dar continuidade à obra". O governo federal destinou R$ 1 milhão 400 mil para os trabalhos. A contrapartida da Prefeitura é de R$ 834 mil. Segundo ela, não há ainda uma estimativa dos valores que já foram gastos.

Para a presidente do Conselho, o Restaurante Popular visa atender à população que se encontra em situação financeira complicada e, por isso, é considerado, por ela, um projeto de inclusão social. Ela conta que foi feito um planejamento de que as pessoas que fossem trabalhar no local fosse constituída por moradores de rua. "Não há uma resposta da Prefeitura quanto a isso. Durante a visita, foram entregues à empresa responsável pela obra, 26 cadastros de pessoas carentes para trabalhar na obra. É difícil empregá-las, mas elas precisam de uma chance", afirma.

Outra preocupação de Betina é em relação à gestão do Restaurante. "Precisa ser democrática, transparente, carinhosa e que ofereça comida de qualidade". Ela acredita que, inicialmente, o Restaurante Popular vai começar produzindo cerca de mil refeições por dia e depois vai aumentando até chegar à capacidade de três mil.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.