Cidade

Bancários encerram a greve em Juiz de Fora

Movimento durou nove dias na cidade. Categoria recebeu reajuste de 7,5%, além de avanços sociais

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
27/9/2012

Bancos retornam atividades

Após a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentar uma nova proposta ao Comando Nacional de Greve, na última quarta-feira, 26 de setembro, os bancários da Zona da Mata e Sul de Minas decidiram encerrar o movimento que durou nove dias em Juiz de Fora. Na última terça-feira, 25, o Comando já havia orientado os sindicatos da classe a aceitarem a nova proposta de reajuste apresentada pelos bancos.

Na assembleia, a Fenaban concedeu para a categoria um reajuste de 7,5% (aumento real de 2,02% pelo INPC) e PLR com regra básica de 90% do salário mais R$ 1.540 fixos (reajuste de 10%), além de avanços sociais. A categoria retoma as atividades com compensação dos dias parados até 15 de dezembro.

A greve dos bancos prejudicou a dona de casa Cássia de Souza. "Minhas contas estão atrasadas, está tudo uma confusão. Sei que eles têm direitos e querem reclamar, mas nós também temos. Banco é algo que se entrar em greve atrapalha até nossa rotina". Já para o autônomo Pedro dos Santos, a paralisação dos bancos não o atrapalhou. "Quando fiquei sabendo que os bancos iriam fazer greve, me organizei para não ter dor de cabeça com as contas e as coisas que eu teria para resolver."

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.