Cidade
Quinta-feira, 4 de outubro de 2012, atualizada às 19h15

Polícia Civil identifica 12 suspeitos de tentativas e homicídios em Juiz de Fora


Da Redação
Polícia Civil

A 3ª Delegacia de Polícia Civil (3ª DPC) de Juiz de Fora solucionou nesta quinta-feira, 4 de outubro, dois homicídios e três tentativas, com a identificação de 12 suspeitos. De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o delegado responsável pelas investigações, Rodolfo Rolli, afirmou que a motivação deste tipo de crime na Região Norte está relacionada com tráfico de drogas ou com brigas de grupos rivais. O delegado também afirmou que as investigações irão continuar e outras diligências serão realizadas para a localização das armas utilizadas nos crimes.

Os crimes

Sobre a tentativa de homicídio, ocorrida no dia 1º de outubro, na Vila Esperança II, a assessoria da PC destaca que um adolescente de 16 anos compareceu na 3ª DPC, nesta quinta-feira, 4, informando em depoimento que foi vítima deste crime. Segundo o jovem, o alvo do crime seria um amigo dele de 20 anos, mas como a suposta vítima não estava no bairro, quatro jovens armados, moradores do bairro Vila Esperança I, atiraram contra ele e outros dois jovens. Entretanto apenas o depoente foi atingindo por dois disparos. Um na cabeça e outro no braço. A vítima afirmou que as lesões não foram fatais porque a munição atravessou seu crânio. Durante o depoimento, o jovem baleado e as outras duas vítimas reconheceram, através de arquivo fotográfico, três dos quatro suspeitos. A assessoria da PC ressalta que a motivação do crime seria uma rivalidade entre os bairros Vila Esperança I e II. Um dos suspeitos de participar do crime prestou informações nesta quarta-feira, 3, na 3ª DPC, mas negou envolvimento no crime.

Já sobre o homicídio de um homem de 34 anos, no Verbo Divino, os policiais já identificaram três suspeitos. Segundo a assessoria da PC, existe a informação de que os autores são membros do Bonde do Scooby. De acordo com o delegado Rodolfo Rolli, estes foram os únicos membros da gangue que não foram presos em uma operação da Polícia Civil em maio deste ano. Rolli destaca que após a desarticulação deste grupo, os crimes diminuíram na Região Norte e ele acredita que a prisão deste trio irá resolver os conflitos de grupos rivais entre os bairros envolvidos.

Os investigadores da Polícia Civil também identificaram os suspeitos do homicídio de um jovem de 17 anos, ocorrido na BR-267, em Igrejinha, no dia 22 de setembro. A assessoria da PC informa que os três suspeitos de participação no crime foram intimados para prestar declarações na 3ª DPC, na próxima semana.

Também no mês de setembro foi registrada outra tentativa de homicídio, desta vez no bairro Milho Branco. A assessoria da PC destaca que dois adolescentes de 17 anos compareceram à 3ª DPC, nesta quinta-feira, 4, e confessaram a autoria da tentativa de homicídios contra três jovens, no dia 15 de setembro. De acordo com os adolescentes, a rivalidade entre os bairros Jardim Natal e Milho Branco foi a motivação deste crime. Na ocasião os adolescentes obrigaram um taxista a conduzi-los até o local do crime, onde fizeram disparos contra as vítimas. Uma das vítimas foi atingida no abdômen. A dupla já foi reconhecida pelos envolvidos no caso.

O último crime desvendado pela Polícia Civil, foi uma tentativa de homicídio, que aconteceu no dia 29 de agosto, em Benfica. Neste caso os policiais contaram com o depoimento da vítima de 20 anos, que compareceu na delegacia nesta quinta-feira, 4, e reconheceu, por meio de arquivo fotográfico, o suspeito da tentativa de homicídio. A assessoria da PC ressalta que a vítima relatou que os motivos do crime são desconhecidos, uma vez que não possuía nenhum tipo de relacionamento com o suspeito ou qualquer desentendimento. Neste crime a vítima foi alvejada com um disparo na cabeça e os fragmentos do projétil permanecem afixados em seu crânio.

Os textos são revisados por Mariana Benicá

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.