• Assinantes
  • Cidade
    Quarta-feira, 27 de abril de 2016, atualizada às 11h10

    Mulher sofre sequestro relâmpago no bairro Dom Bosco e perde R$ 1 mil

    Uma mulher, de 40 anos, foi vítima de sequestro relâmpago e extorsão no final da tarde de terça-feira, 26 de abril, no bairro Dom Bosco. Ela relatou aos policiais que foi abordada por um casal armado com revólver enquanto pegava materiais no porta-malas do carro, na rua Benedito dos Reis Fortes.

    Segundo informações da PM, os suspeitos obrigaram que a vítima entrasse no Fiat Punto Attrative e o homem assumiu a direção, seguindo sentido o Terminal Rodoviário, no bairro São Dimas. Ele chegou a passar pelas ruas Olegário Maciel, Padre Café e pela avenida Presidente Itamar Franco, retornando, logo em seguida, para o Centro. Depois desceu a rua Santo Antônio, passando pela avenida Rio Branco e Brasil até a rodoviária.

    A mulher relatou aos policiais que no terminal foi obrigada a descer com a criminosa para sacar dinheiro, mas não encontraram o caixa eletrônico do banco. Em seguida, retornaram ao Centro e estacionaram na rua Fernando Lobo. A suspeita foi com a vítima a uma agência bancária na esquina da avenida Rio Branco com a rua Espírito Santo e exigiu que a mulher retirasse a quantia de R$ 1 mil e avisasse ao homem que tinha sacado somente R$ 400.

    A dupla ainda levou a vítima até um condomínio popular, no bairro Alto Grajaú, para comprar drogas. Logo depois, eles pararam o carro em uma rua deserta, liberaram a vítima com o veículo e fugiram a pé. A dupla levou uma mochila com pertences da mulher. Ela contou aos militares que o homem tinha sotaque carioca e parecia não conhecer a cidade e os dois teriam combinado de pegar um ônibus sentido bairro Bom Jardim. A dupla não foi localizados até o momento.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.