• Assinantes
  • Cidade
    Segunda-feira, 29 de agosto de 2016, atualizada às 13h54, atualizada às 16h42

    Passageiros reclamam de demora nas roletas dos coletivos das regiões Sudeste e Leste

    Da redação

    Os passageiros que utilizam os ônibus da empresa Gil estão com problemas para embargue desde o último domingo, 28 de agosto, nas regiões Leste e Sudeste de Juiz de Fora. O atraso para passagem nas roletas de bilhetagem eletrônica, independente do pagamento em dinheiro ou cartão, tem causado tumulto nos pontos dos 28 bairros atendidos pela empresa. Em um post publicado na página Trânsito Juiz de Fora, no Facebook, vários passageiros reclamam da situação. No texto informa que a demora para contabilizar cada passagem seria de 30 segundo.

    Uma internauta, que preferiu não se identificar, conta que utiliza a linha 306/Retiro e que o sistema de bilhetagem eletrônica apresentou uma lentidão significativa por volta das 7h, resultando em atrasos em várias linhas da sua região. "Vários ônibus ficaram super lotados e mesmo assim muita gente ficou para trás. De acordo com o cobrador, o responsável pela lentidão seria a atualização para a chegada do bilhete único", relata.

    A assessoria da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) disse que as reclamações foram recebidas e repassadas para o Consórcio Manchester, responsável pelo reparo. Segundo os Consórcios Integrados de Transporte Urbano (Cinturb) a lentidão para passagem nas roletas se deve a mudança de um software, responsável por integrar a bilhetagem eletrônica ao bilhete único. A nova versão foi aplicada apenas nos 60 coletivos da empresa Gil para não comprometer todo o serviço. A previsão é que até o final do dia o sistema volte ao normal. O Cinturb afirma que a mudança foi feita para garantir a efetividade da integração de todo o processo de bilhetagem eletrônica.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.