• Assinantes
  • Cidade
    Quarta-feira, 20 de setembro de 2017, atualizada às 17h31

    Trabalhadores dos Correios entram em greve em JF

    Da redação

    Os trabalhadores dos Correios de Juiz de Fora entraram em greve, por tempo indeterminado, nesta terça-feira, 19 de setembro. A paralisação teve adesão de quase todos os 31 sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). Apenas os estados do Acre, Rondônia e Roraima ainda não pararam. No município, a assembleia geral reuniu os funcionários na terça, às 18h30, quando a maioria votou pela deflagração da greve.

    Conforme o diretor de finanças do Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Comunicação Postal, Telegráfica e Similares de Juiz de Fora e Região (Sintect/JFA), Alan Marques, a categoria tenta negociar um reajuste salarial de 8%, além de pedir aumento de 10% no ticket alimentação. “Também lutamos para que o patronal não retire cláusulas sociais do acordo coletivo. Eles ainda não apresentaram nenhuma contra proposta. Agora o comando de negociação aguarda novo agendamento de reunião para caminhar com as negociações em Brasília”, explica. As negociações já duram mais de 40 dias.

    O sindicato ainda não contabilizou o percentual de adesão em Juiz de Fora, do total de 350 funcionários associados, mas afirma que o setor operacional teve maior número de paralisações, o que pode causar atraso na entrega das correspondências.

    Além da negociação salarial, os funcionários também reclamam do fechamento de agências, o que dificulta os serviços postais e bancários, ameaças de demissão, corte em investimentos, suspensão de férias, entre outras questões. A Federação ainda demanda novos concursos para a reposição de funcionários que se aposentaram. A última seleção para empresa ocorreu em 2011.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.