• Assinantes
  • Cidade

    Funcionários da Cesama protestam no Centro de Juiz de Fora

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    25/10/2017, atualizada às 11h40

    Funcionários da Cesama paralisaram as atividades na manhã desta quarta-feira, 25 de outubro, e fizeram uma manifestação contra a proposta da empresa de parcelar, em sete vezes, o reajuste anual da data-base. Além disso, eles denunciaram que os diretores da companhia não voltam do almoço às segundas e sextas-feiras. "Os diretores da Cesama recebem R$ 14,900 por mês e no final de novembro eles vão ganhar uma gratificação de natal de R$ 16 mil. Isso é um absurdo", afirmou o presidente do Sindicato dos Trabalha­dores no Serviço de Água (Sinagua), Edinaldo Ramos.

    Segundo ele, o aumento era para ter sido em março e já foram realizadas 13 reuniões para tentar resolver o impasse, porém, sem sucesso. O ato começou às 8h, durante a assembleia, na garagem da empresa, na Rua Monsenhor Gustavo Freire, no Bairro São Mateus. Em seguida, os manifestantes desceram pela Avenida Rio Branco em direção à empresa.

    Em nota, a Cesama afirmou que "nesta terça-feira, 24, encaminhou novo documento ao Sinágua com avanços em relação à última proposta sobre a negociação salarial deste ano. A companhia esclarece que o Acordo Coletivo de Trabalho deve observar questões que acolham a coletividade, e a empresa não pode se ater a questões pessoais. A Cesama ainda não foi comunicada oficialmente sobre o resultado da assembleia que aconteceu nesta quarta-feira, 25, e aguarda retorno do Sinágua".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.