• Assinantes
  • Cultura
    Quinta-feira, 7 de dezembro de 2017, atualizada às 7h40

    Choro e música dos povos: Caetano Brasil Grupo faz show nesta quinta-feira

    Angeliza Lopes
    Repórter

    O choro que encanta os ouvidos será a base do repertório apresentado pelo Caetano Brasil Grupo  - de música autoral e instrumental - nesta quinta-feira, 7 de dezembro, no OandarDeBaixo, na rua Floriano Peixoto, Centro de Juiz de Fora. A apresentação, que começa às 20h, será mesclada com duas performances da bailarina Cecília Cherem tituladas como 'Sincero' e 'Vermelho', tendência contemporânea de mistura de linguagens. A noite contará com a participação especial do violonista João Paulo Lanini.

    O show encerra um ano de muitas andanças, conquistas e expansão profissional do instrumentista Caetano Brasil. Para celebrar, o repertório será um intercalado do primeiro disco, lançado em 2015, com novas obras que foram sendo compostas ao longo deste tempo. “As novidades no repertório vão mostrar o resultado das pesquisas que venho me dedicando há algum tempo, relacionadas as músicas dos povos, do folclore e tradição de vários lugares do mundo. Estou em busca de relacionar o choro – estilo que norteia minha estética de composição, com tudo que pesquiso, trazendo nesta noite as culturas africanas, latinas, caribenha, folclore do leste europeu com a música balcânica. Queremos traçar um panorama do que há de parecido e diferente”, explica Caetano.

    Em especial, o grupo apresentará uma suíte inédita chamada 'Bodas de Choro'. “Ela conta a história de um casamento entre a música klezmer, gênero judaico, com a minha vivência no choro, buscando aproximar estas linguagens”, destaca.

    Trajetória 2017

    Nesta quinta, 7, eles retornam à 'terrinha mineira' para selar um ano de muitas conquistas do quinteto formado por Caetano Brasil (clarinete e saxofone) e pelos músicos Adalberto Silva (contrabaixo), Guilherme Veroneze (piano), Rick Vargas (percussão) e Gladston Vieira (bateria). Caetano recorda que o grupo teve a oportunidade de participar e ser um dos finalistas do 17° Prêmio BDMG Musical Instrumental, realizado em Belo Horizonte.

    “Concretizamos o projeto 'Mundo do Choro Contemporâneo', patrocinado pelo banco do Nordeste, quando realizamos oficinas e tocamos em Fortaleza e Cariri, Juazero do Norte. Foi um momento de hibridação de culturas muito importantes para mim, que vão resultar no novo disco, programado para segundo semestre de 2018. Também participamos de festivais, entre eles, o do Inverno Cultural da UFSJ”.

    Projetos

    Além do novo CD programado para 2018, o quinteto fará parte de um projeto multilinguagem com o Corpo Coletivo. O resultado desta mesclagem de linguagens está prevista para ser concretizada no primeiro semestre do ano. “A ideia é criar uma ponte entre as músicas que estou compondo e pesquisando, relacionadas as culturas do mundo, com o teatro e contação de histórias. O choro como gênero universal e os estilos dos povos, trazendo para o público a compreensão destes lugares, de suas tradições. O projeto está em fase de pré-produção”, afirma.


    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.