Direitos Humanos
Segunda-feira, 18 de janeiro de 2010, atualizada às 12h51

Instituições necessitam de material escolar para crianças carentes

Pablo Cordeiro
*Colaboração

Início de ano, época de volta às aulas. Para muitas crianças em Juiz de Fora, o único empecilho para frequentarem as escolas é o material escolar. Segundo dados de instituições de caridade que amparam crianças e adolescentes no município, aproximadamente 1.200 necessitam de doações para comparecerem às aulas. 

"O material escolar é o básico para a criança estudar. Sem os itens, entra para escola sem incentivo e sem entusiasmo para o estudo. Estamos começando a campanha para as doações", explica a técnica em enfermagem do Grupo Casa, Silvânia Rodrigues. Ela revela que os meninos e meninas já manifestaram interesse em receber os produtos.

Para o gerente administrativo da Legião da Boa Vontade (LBV), José Divino Nogueira, o material escolar faz muito a diferença, já que os pais das cem crianças assistidas pela instituição não têm condição de comprá-los. "Utilizamos os materiais na própria instituição. As crianças que estudam no turno da manhã, por exemplo, vêm ao instituto na parte da tarde para tirar dúvidas. Realizamos pesquisas anuais com as crianças e constatamos, de fato, que se não houvesse o material, elas não teriam condições de frequentar as aulas." 

De acordo com a gestora social do Instituto Bruno, Maria do Carmo Vianna, a repercussão maior é na família, que vê na criança a esperança de alfabetização. "As famílias veem nos filhos a oportunidade de a criança aprender a se comunicar para, depois, assimilar o conteúdo escolar. Além dos materiais tradicionais, também trabalhamos com específicos para surdocegos e com paralisia cerebral, como lupas de aumento, mouses adaptados e material em braile."

Instituições

Fundação Ricardo Moysés - Atende diretamente a 120 crianças de 4 a 15 anos. Cerca de 330 crianças são ligadas à fundação, mas não comparecem constantemente. Todo ano a entidade realiza doações de kits de material escolar, com borracha, lápis, caderno, caneta e lápis de cor. As doações podem ser feitas na sede da instituição, que fica localizada à rua Francisco Vaz de Magalhães, 12, no Cascatinha. O telefone é (32) 3229-0002.

Grupo Casa - Oferece tratamento a 120 crianças de 5 a 12 anos de idade. Necessita de caderno, lápis de cor, régua, borracha, caneta. As doações podem ser feitas no endereço rua Carlos Palmer, 170, Vila Ozanan, ou, se necessário, o grupo busca o material na residência da pessoa. O telefone é (32) 3217-5208.

Instituto Bruno - A entidade possui duas unidades de atendimento, sendo que uma é específica para educação de crianças e adolescentes. Cerca de 70 crianças, de 5 a 12 anos, são atendidas diretamente e 30 assistidas. Para os trabalhos pedagógicos e de recreação, as doações necessárias são de giz de cera, lápis de cor, cola, papel colorido, papel ofício, tesoura. As doações devem ser enviadas para a rua Paula Lima, 243, no Jardim Glória. O site é www.institutobruno.org.br. O telefone é (32) 2102-4334.

Lar Luíza de Marilac - Os materiais escolares são fundamentais para o trabalho de recreação dentro do lar, realizado com 98 crianças assistidas, de 3 a 7 anos. As crianças precisam de papel ofício, lápis, borracha, lápis de cor. As doações podem ser entregues na rua Mariana Evangelista, 24, no bairro Poço Rico. O telefone é (32) 3211-7746.

Legião da Boa Vontade (LBV) - Presta assistência a 400 crianças de 6 a 12 anos, das quais cem serão beneficiadas diretamente com o material escolar para atividades no interior do instituto. As doações podem ser entregues na rua Francisco Fontainha, 83, bairro Santo Antônio. O telefone é (32) 3235-1818.

Casa Maternal Maria Helena - Atende a cerca de 70 crianças, de 2 a 5 anos, em creche e escola. Precisam de canetas de colorir, papel, caderno, lápis e borrachas. O endereço para as doações é avenida dos Andradas, 275, Centro. O telefone é (32) 3212-2379.

Aldeia SOS de Juiz de Fora - Ajuda a 83 crianças e adolescentes de 2 a 18 anos. Necessita de material escolar para o uso na rede de ensino. No instituto, as crianças têm atividades recreativas e de reforço escolar. O endereço para as doações é avenida Juiz de Fora, 667, Grama. O site é www.aldeiasinfantis.org.br. O telefone é (32) 3224-7240.

*Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.