Educação
Segunda-feira, 12 de setembro de 2011, atualizada às 14h26

Três escolas juiz-foranas estão entre as cem melhores do Brasil no Enem

Clecius Campos
Subeditor
Foto de alunos

Três escolas juiz-foranas estão entre as cem melhores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A comparação leva em conta as escolas públicas e privadas, com participação igual ou superior a 75% dos alunos matriculados no ensino médio regular. A divisão das escolas por percentual de inscrição no Enem é recomendada pelo Ministério da Educação (MEC) como a melhor forma de comparação.

O melhor desempenho entre os juiz-foranos ficou com os alunos do Colégio Santa Catarina, cuja média final — somando-se as notas da prova objetiva e da redação — foi de 701,03 pontos, conquistando a 48ª posição no ranking nacional. A segunda melhor média foi conquistada pelo Colégio dos Jesuítas, com 700,59 pontos, e a 51ª posição no país. O Colégio Militar de Juiz de Fora teve média de 695,87 pontos, sendo o terceiro melhor juiz-forano e a 69ª do Brasil. A instituição foi ainda a melhor escola pública da cidade. No ranking juiz-forano, entre as escolas que tiveram maior participação no Enem, ainda estão os colégios Stella Matutina (4º, 674,64 pontos) e Apogeu (5º, 673,21). Veja a lista completa.

O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (Ifet JF) foi a segunda escola pública juiz-forana com melhor resultado no Enem: 668,36 pontos e o 309º lugar no Brasil. O Colégio de Aplicação João XXII foi o terceiro melhor entre as escolas públicas de Juiz de Fora, conquistando média de 623,76 pontos e o 1.419º lugar no país. Nenhuma outra escola juiz-forana teve índice de participação dos alunos igual ou superior a 75%.

JF alcança média nacional

Entre as escolas que tiveram mais que 74,9% dos alunos matriculados no Enem, todas superaram a média nacional de 511,21 pontos na prova objetiva, alcançando, juntas, a média de 614,38. Das escolas com participação dos estudantes entre 50% e 74,9%, três obtiveram média abaixo da nacional: Colégio e Curso Catedral, Escola Estadual Marechal Mascarenhas de Moraes e Escola Estadual Coronel Manuel Carneiro das Neves.

Entre os colégios com participação de 25% a 54,9%, seis não alcançaram a média e das escolas com participação menor que 25%, duas não chegaram a nível nacional e outras três não tiveram a nota divulgada por não terem matriculado mais que dez alunos no exame. O MEC não divulgou uma média geral, alegando que o sistema de correção da redação é diferente do método das prova objetiva, avaliada por meio da Teoria de Resposta ao Item (TRI).

Só 35% das escolas levaram mais de 75% dos alunos

Segundo dados divulgados pelo MEC, apenas 35% das escolas juiz-foranos tiveram participação de alunos igual ou maior que 75%. Quase 23% dos colégios tiveram entre 50% e 74,9% dos alunos matriculados no exame. Outros 31,5% das escolas tiveram participação entre 25% e 49,9%. E 10,5% conseguiram inscrever até 24,9% dos alunos no Enem.

Melhor escola pública do Brasil está na Zona da Mata

A melhor escola pública do Brasil está localizada na Zona da Mata de Minas Gerais. O Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Viçosa (Coluni) alcançou média geral de 726,42 pontos e foi a oitava melhor escola do país, entre as que tiveram participação igual ou superior a 75%. O Colégio Militar de Belo Horizonte teve o segundo melhor desempenho entre as escolas públicas do Brasil (715,8 pontos), sendo seguido pelo Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira (CAP - UERJ), com 714,51 pontos de média.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.