Infantil

Brinquedos educativos Vejas as opções para cada faixa etária e estimule as crianças brincando

Réporter: Renata Cristina
26/02/2007

Brincar é muito bom! Principalmente, se a gente aprende algo brincando! O papai e a mamãe também podem ajudar, através de ítens que estimulem o desenvolvimento da criança.

É por meio das brincadeiras que a garotada vai criando sua noção de mundo, registrando suas experiências e melhorando suas habilidades. Um brinquedo é capaz de aperfeiçoar a coordenação motora, a verbalização, a psicomotricidade e a inteligência das crianças.

Cada um tem a sua função específica que, além de divertir e entreter, pode tornar a criança mais segura de suas capacidades. Há exemplos clássicos, conhecidos como "brinquedos da época da vovó", mas que funcionam muito bem na educação infantil.

Os objetos de encaixe, como aqueles que possuem figuras geométricas, são importantes para a coordenação motora e as primeiras noções de formas e cores dos pequeninos. Há aqueles que estimulam a fala, como o teatro de fantoches.

Foto Brinquedos educativo Foto Brinquedos educativo Foto Brinquedos educativo

Você se lembra do velho jogo de botões? Pois este simples joguinho pode ensinar a criança a se relacionar com os amigos, entender conceitos como "ganhar", "perder" e "competir".

Por que os educativos?

Embora os brinquedos eletrônicos sejam apreciados por pais e crianças, é necessário variar as formas de estímulo dos pequenos. De acordo com a psicóloga Denise Brandão Mendes, especialista em educação infantil, os brinquedos educativos são capazes de aguçar, ainda mais, a curiosidade da meninada. "Ao contrário de uma boneca que fala, faz xixi e pede comida, o brinquedo artesanal incita a imaginação da criança", esclarece.

Foto Brinquedos educativos Foto Brinquedos educativos Foto Brinquedos educativos

Por esse motivo, a maioria dos educativos são artesanais e sem muitos investimentos tecnológicos. Outra característica importante é o aspecto didático embutido no ato de brincar. Observe que cores, letras e números quase sempre estão nesses exemplares, assim como conceitos básicos relacionados à família, animais, alimentos, entre outros.

Faixa etária

Os pais devem ficar atentos a idade indicativa dos brinquedos. Nada de procurar objetos que vão além da faixa etária das crianças. Segundo Denise, um esforço "a mais" pode acarretar a eliminação de etapas essenciais no futuro. "Quando a faixa etária não é respeitada, os pais devem se questionar até que ponto a criança assimilou estes conceitos e eliminou outros de sua idade", orienta a psicóloga.

Foto Brinquedos educativos Foto Brinquedos educativos Foto Brinquedos educativos

Quando completam um ano de vida, os bebês já podem iniciar suas brincadeiras. Nesta idade, são indicados objetos que desenvolvam a coordenação motora, como martelinhos, jogos de encaixe e bolas.

Aos dois anos, as crianças passam a identificar cores e formatos. Por isso, as peças coloridas e geométricas fazem sucesso com essa turma. Quando for escolher algum presente, opte pelas cores primárias, como o vermelho, amarelo, azul e verde.

A partir dos três anos, além de aperfeiçoar todos esses conceitos anteriores, a garotada inicia o melhoramento da "fala". Historinhas e contos infantis, teatro, instrumentos musicais, letrinhas e números tornam-se elementos dinâmicos para a pré-alfabetização.

Já dos seis aos oito anos, é importante focar em jogos pedagógicos que irão estimular o raciocínio. Dominós, cartas, jogos de perguntas e respostas podem ajudar na escola e no dia-a-dia.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Patricia Bernardi: recomendo as todos esses meios , para um bom desenvolvimento,da criança !