Meio Ambiente

Como descartar o óleo de cozinha Ajude a preservar a natureza descartando corretamente o óleo
de cozinha. Faça a receita de sabão de erva-doce com o óleo

Renata Cristina
Repórter
13/12/2006

Quando falamos em frituras, ele está lá. O óleo de cozinha é parceiro de donas de casa que, quase sempre, o utilizam para fazer algumas de suas delícias. O problema surge quando se pensa em descartar o óleo. Jogo fora na pia? Na descarga do vaso sanitário? No bueiro da minha rua? Não!

O que muitas pessoas não sabem é que o óleo de cozinha é altamente poluente, principalmente, quando em contato com a água. Por esse motivo, a melhor alternativa é colocá-lo em um vidro ou garrafa pet e entregá-lo na coleta de lixo. O ambientalista Teodoro Guerra, presidente da Associação do Meio Ambiente de Juiz de Fora (AMA-JF), explica que o óleo compromete a qualidade da água, diminuindo a oxigenação e iluminação dos rios, fato que prejudica a vida no local. Se compararmos a grandes proporções, o óleo seria capaz de matar peixes e plantas no Rio Paraibuna, por exemplo.

Assim como o petróleo causa catástrofes ambientais, quando derramado em grande volume nos rios, nós, dentro de casa, quando depositamos o óleo na rede de esgoto, estamos diminuindo as possibilidades de vida de muitos animais.

Foto do óleo de cozinha sobre o fogão A dona de casa Poliana Alves (foto abaixo) sempre descarta o óleo em sua pia, mesmo com o odor e o risco de entupimento. "Fervo uma água com detergente e jogo na pia logo em seguida", diz. Além de causar mau cheiro, o óleo, quando depositado na rede de esgoto aumenta as dificuldades no tratamento da água, já que, na maioria dos casos, o esgoto é tratado antes de chegar aos rios.

Já a artesã Eunice Lopes (foto abaixo) joga o óleo usado no bueiro em frente a sua casa, para evitar o entupimento de sua tubulação. No entanto, o que Eunice não sabe é que dessa forma, ela também está dificultando o tratamento de esgoto e, ainda, contribuindo para a formação de uma camada gordurosa nos tubos, podendo ocasionar, no futuro, uma enchente em sua própria casa.

Mesmo sem saber que está adotando uma política "ecologicamente menos agressiva", a dona de casa Gledes da Silva Napoleão (foto abaixo) foi orientada pelo marido a guardar os restos de óleo em latas e entregar aos lixeiros no dia da coleta. "Ele me pede para fazer isso porque senão entope a pia", justifica.

Outra dona-de-casa que adotou o método foi Rosimar Vanon, depois que viu uma reportagem na TV, falando sobre os impactos do óleo de cozinha na rede de esgoto. "Depois disso, nunca mais joguei na pia", relembra.

Soluções para a natureza
Foto do óleo de cozinha sobre o fogão

Embora a recomendação mais adequada seja a entrega do óleo na coleta de lixo, esta não é a melhor alternativa. "O problema do óleo de cozinha possui soluções pouco eficientes", observa o ambientalista Teodoro Guerra. Segundo ele, o ideal seria o recolhimento e acondicionamento deste óleo em um local exclusivo, o que acontece no caso dos óleos industriais e também dos postos de gasolina, que são recolhidos por transportadores específicos.

De acordo com a engenheira química, Marília Augusta Costa Silveira, supervisora de licenciamento das atividades industriais da Prefeitura de Juiz de Fora, a AGENDA/JF monitora todas as empresas que utilizam óleo, visando manter a qualidade do tratamento de esgoto na cidade. "No caso das indústrias, orientamos que guardem o óleo em um recipiente especifício e encaminhe a um local adeqüado", atesta.

Com o objetivo de driblar essa deficiência, algumas empresas estão se especializando em reutilização no óleo de fritura, como é o caso das cidades de Novo Hamburgo, Gramado, Blumenau e Curitiba, no sul do país. Em Juiz de Fora, ainda não há nenhuma empresa especializada no setor.

Faça sabão com o óleo
Mas se você não quer depender da iniciativa de outras pessoas, há uma solução caseira que pode ser feita sem muito esforço. O sabão de erva-doce tem como ingrediente principal o óleo de cozinha e é fácil e barato de fazer. Pensando nessas facilidades, alguns pessoas estão investindo no setor e criando fábricas deste produto. Anote a receita:

Sabão de Erva-Doce
Ingredientes:
  • 5 litros de óleo usado e coado
  • 1 copo americano de fubá
  • 500 ml de detergente líquido de coco
  • 1 litro de soda cáustica líquida
  • 1 litro de água fervente
  • essência de erva doce

Modo de Preparo:

Em um balde grande, coloque o óleo coado, junte o fubá, o detergente, a soda cáustica e mexa bem. Depois de misturados acrescente a água fervente e a essência de erva doce e continue mexendo por 40 minutos sem parar. Coloque a massa na forma e deixe descansar por dez dias até endurecer. Se for colocar em um recipiente único, corte no formato desejado antes de a barra endurecer completamente.
Receita extraída do site: www.valeverde.org.br.
O que fazem as donas de casa
Foto ACESSA.com

"Esquento uma água quente e jogo o óleo pela pia", Cida Francisca, dona de casa



Foto ACESSA.com

"Jogo no bueiro em frente a minha casa. Na pia, entope tudo", Eunice Lopes, dona de casa



Foto ACESSA.com

"Coloco em uma latinha e jogo no lixo", Gledes Napoleão, dona de casa



Foto ACESSA.com

"Apesar do cheiro, jogo na pia", Poliana Alves, dona de casa




Foto ACESSA.com

"Coloco tudo na garrafa pet e depois jogo no lixo", Rosimar Vanon, dona de casa




Enquete
Como você descarta o óleo de cozinha?
      Jogo na pia
      Jogo no bueiro
      Jogo no lixo
   

ATENÇÃO: o resultado desta enquete não tem valor de amostragem científica e se refere apenas a um grupo de visitantes do Portal ACESSA.com



Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Joice Mello Mello: Acho muito errado descartar o óleo de cozinha na natureza,vaso sanitário,esgoto seja lá o q for,porque além de poluir o meio ambiente ainda prejudica e até pode matar animais precisamos ter um lugar específico pra isto,ñ sei se dar para o lixeiro é a coisa certa por isso quero saber onde descarta-lo ???