Mulher

Lifting de braço Cirurgia plástica retira excesso de pele da parte inferior do braço

Sílvia Zoche
Repórter
20/11/2006

A cirurgiã plástica Édina Márcia Zinato Respeito diz que antes do lifting de braço é necessário tomar outras providências paliativas. Clique no ícone e assista ao vídeo


Foto dos braços de uma mulher jovem Que elegância um "tchau de miss". Por ser suave e lento, algumas mulheres imitam o gesto das misses para cumprimentar ou se despedir de alguém. Mas nem sempre é pensando na elegância. A intenção é movimentar o menos possível a parte interna do braço que já não anda tão rígido como antes.

Os anos vão passando e o músculo e a pele desta parte do corpo feminino tendem a ficar flácidos, principalmente, para aquelas que não trabalham os braços em alguma atividade física. É normal ouvir as mulheres na academia deixando de lado as séries para os braços e dando tudo de si para deixar pernas, abdômen e bumbum bem definidos.

Com o passar do tempo, o músculo fica flácido e, dependendo da estrutura corporal da mulher, é notório a partir de 45 anos. Mas a pele fica realmente esticada, como uma "bandeira", a partir de 60 anos. Mas, isso não é "via de regra", porque há mulheres e mulheres e cada corpo age de uma forma, dependendo do biotipo de cada uma.

Quem pratica alguma atividade física, mesmo que seja nas atividades caseiras - varrer a casa todos os dias e lavar roupas exigem grande esforço - já dá um grande passo de distância da temida da musculatura e pele moles.

Uma ajuda para natureza

Foto de uma mulher fazendo musculação E quem não gosta de fazer esforço físico em trabalhos domésticos ou através de algum esporte, vai ter que conviver com o braço mole? Não. Existe uma cirurgia plástica chamada lifting braquial ou lifting de braço.

Lifting quer dizer elevação, suspensão e é uma plástica para casos extremos de flacidez do braço, que nem mesmo uma musculação dá jeito, em que é retirado um pedaço de pele. O resultado é uma cicatriz visível na extensão inferior do braço. Existe um corte feito na axila que não melhora o problema geral. "É paliativo", diz a cirurgiã plástica Édina Márcia Zinato Respeito (foto abaixo).

Quando uma mulher procura a orientação de Édina, ela indica que se faça a aplicação de fio russo no braço, que não deixa cicatriz. São colocados seios fios russos com efeito de pinça nos braços, que suspendem a pele. É uma forma de adiar o lifting por mais cinco anos, em média. Isso acontece nos casos de mulheres de 45 a 55 anos.

"São mulheres que não precisam de lifting. Indico a estimulação russa e os fios russos. Temos que esgotar as possibilidades antes de partir para uma cirurgia", comenta a médica, que ainda lembra que a Medicina Estética surgiu como complemento da cirurgia plástica.

Foto da cirurgiã plástica 
Édina Márcia Zinato Respeito As mulheres têm procurado bastante o lifting de braço, segundo Édina, porque querem usar camisetas, vestidos de alças e não mais esconder os braços embaixo de roupas largas.

Já os homens raramente aparecem na clínica, afinal eles não são propensos à flacidez como o sexo feminino. "Isso acontece no caso de emagrecimento de homens que foram obesos mórbidos e ficam com pele sobrando".

Mas a cicatriz visível não afasta as pessoas do lifiting? Elas preferem uma cicatriz do que a pele frouxa, como diz a médica.

O procedimento

Chegada a conclusão de que o único jeito é retirar a pele, é marcada a cirurgia, que dura em torno de duas horas os dois braços. Só que antes existem os cuidados pré-operatórios que o paciente precisa saber e fazer. Ele não pode estar em uso de medicamentos que alterem a coagulação e que agem no sistema nervoso central, como os inibidores de apetite. Por isso, é importantíssimo falar todos os medicamentos que está usando e os que usou recentemente.

Foto da cirurgiã plástica 
Édina Márcia Zinato Respeito A avaliação cardiológica e os exames de sangue devem estar em perfeitas condições. "Se a pessoa aceitar fazer uma atividade física, recomendamos que ela exercite os braços uns três meses antes. Porque o lifting trabalha pele e gordura e não a musculatura", ressalta Édina. O resultado depois da cirurgia é melhor.

No pós-operatório é preciso usar uma malha de contenção por 30 a 45 dias e não se pode pegar sol por 60 dias. Por isso é bom pensar em fazer a cirurgia no período de frio, para que a recuperação não seja um sacrifício. Além disso, a prática de atividades físicas fica proibida por um mês. Para quem dirige carros leves, com direção hidráulica, terá que ficar como carona por três semanas. No caso de carros mais pesados, que exigem ainda mais esforço dos braços, pede-se repouso por 45 dias.

Os outros liftings possíveis são o do rosto e pescoço, interior das coxas. Para quem acha que as mãos continuam a mostrar a verdadeira idade da mulher, já existe o hand lifting ou lifting das mãos. Neste caso, a pele é preenchida com gordura de outra parte do corpo. "É uma lipoinejção para esticar a pele". Para pessoas muito magras, há um produto sintético para o preenchimento. "O lifting que corta a pele da mão para esticá-la é raridade", fala a cirurgiã.

Antes de achar que a única solução para o seu caso é operar, procure alternativas, como os apresentados pela médica. E as mulheres mais jovens que estão com a pele flácida comecem a pensar em fazer uma atividade física e começar a agir, não só pensando na beleza, mas principalmente na saúde.


Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.