Mulher

Bonita sem esforço Aparelho promete queimar gordura, enrijecer os músculos e combater
a celulite sem suar a camisa. Tudo isso, em sessões de 15 minutos


Fernanda Leonel
Repórter
03/08/2007

Perna durinha, bumbum arrebitado, pele sem celulite e força muscular. Quem nunca sonhou em ter um corpo bonito sem ter que passar horas na academia?

Para quem não é lá muito fã de malhação e não consegue achar muito tempo na correria do dia-a-dia para suar a camisa, um aparelho caiu do céu.

Para ser mais exato, ele veio do espaço. A aplicação foi desenvolvida pela Nasa para preservar a musculatura dos astronautas durante as viagens especiais, já que eles não poderiam contar com exercícios de peso pela falta da gravidade. A idéia era trabalhar técnicas de contração - base para a ginástica passiva que promete muito resultado e pouco esforço.

No aparelho, a pessoa fica parada, equilibrando em cima de uma placa que vibra em intensidades diferentes, dependendo do objetivo da sessão. Como explica o médico Anderson Nascimento (foto abaixo), o corpo, quando em contato com o movimento do aparelho, tende a forçar uma estabilização, e promove a contração muscular.

Em cima do aparelho, a pessoa pode ficar em mais de 10 posições, cada uma, mais direcionada a um grupo muscular. As sessões são de 15 minutos, divididas em três séries de cinco minutos, que possuem intervalo de um minuto.

foto de pessoa no aparelho foto de pessoa no aparelho

Com a própria roupa de trabalho, a pessoa pode dar uma "corridinha" na clínica para trabalhar o corpo. A cada minuto no aparelho, o fica submetida a 150 contrações. Para se ter uma idéia de como a tecnologia promete ajudar os "preguiçosos" e "sem tempo", cada sessão de 15 minutos equivale a uma hora de academia "pesada" e cada série de cinco minutos, representa, em número de contrações, 3 km de caminhada.

Outros benefícios

foto de Anderson Além da tonificação muscular e do combate a flacidez, o aparelho - garante Anderson Nascimento - fortalece as articulações, ajuda a reduzir a gordura localizada, aumenta a densidade óssea e pode ajudar no combate da grande vilã das mulheres: a celulite.

Isso porque a contração muscular aumenta o fluxo sanguíneo - que não só beneficia o aspecto da pele "casca de laranja" como também ajuda em casos de doenças vasculares. "Para o combate a celulite, aliar o aparelho a carboxiterapia garante resultados fantásticos".

A ginástica passiva também tem aplicações nas áreas de fisioterapia e reabilitação muscular. "Tem gente que chega aqui apoiando em bengala e depois de quatro sessões está sem ela", afirma Anderson. As aplicações, estéticas ou de reabilitação, dependem da intensidade da vibração do aparelho.


Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Ilse Vânia Torres Silva: e o preço??