Mulher
Inversão de papéis
Homens assumem tarefas que antes eram realizadas somente pelas mulheres. E as mulheres, vice-versa, topam trabalhar fora
e deixar os filhos por conta do marido

Djenane Pimentel
30/11/04

A psicóloga Ana Stuart fala sobre a inversão de papéis entre pais e mães e o pai de família, Rogério Marioni, conta sua experiência

Ouça! Ouça!

Geraldo, Margarida, Lara e Tomás Sempre fomos levados a crer que Mãe é aquela que fica em casa, cuida dos filhos, alimenta-os e dá carinho. Já o Pai é aquele que trabalha fora todo o dia, mas à noite está lá, para brincar e, muitas vezes, até nos protejer dos tapinhas da mamãe. Mas, há algum tempo esses papéis têm se invertido.

Hoje, não é difícil ver pais que ficam em casa, cuidando dos filhos, enquanto a mãe trabalha fora. Alguns podem até estar desempregados, mas a maioria prefere mesmo é trabalhar por conta própria e assistir, de perto, o crescimento dos pimpolhos.

Este é o caso do trabalhador autônomo, Geraldo Corrêa Rodrigues (foto acima), que além de gostar de mexer com carros antigos também administra o Museu do Rádio, em Juiz de Fora.

Sua esposa, Margarida, trabalha o dia todo em uma escola pública. Como é concursada e possui dois cargos no mesmo emprego, diz que, apesar de sentir falta de ter um pouco mais de tempo para os filhos - Lara e Tomás - tem que pensar duas vezes antes de largar o emprego. "Já fiquei tentada a largar várias vezes, mas não posso me dar a esse luxo", afirma. "Talvez, se o Geraldo não tivesse essa disponibilidade de tempo, eu já tivesse largado", diz.

Para Margarida, deixar os filhos somente com babá ou empregada exige uma dose grande de cuidado e confiança. "Não é fácil. Cada pessoa recebe um tipo de educação e eu discordo de muitas coisas que as vejo fazer", conta. "Mas, com o Geraldo sempre em casa, fico mais tranquila".

Experiência gratificante
Geraldo e Lara Geraldo conta que ter filhos é uma tarefa difícil. Desde que nascem, tornam-se primeiro plano na vida dos pais e sua criação é um investimento diário para o futuro. Dessa forma, logo que chegam ao mundo, os pais tratam de prover o que há de melhor para as crias: cuidam da saúde, educação e ensinam valores para que um dia eles se tornem adultos responsáveis e conquistem sua independência.

Mais velho de cinco irmãos, Geraldo lembra que, como a mãe e o pai trabalhavam muito, ele é quem cuidava da casa e dos irmãos. "E nem por isso deixei de ser homem. Não é vergonha ser um pai presente, estar em casa com os filhos, cuidar deles. Acho que só aprendi e tenho mais a aprender, com toda essa experiência", declara.

Pai presente, até na cozinha
Rogério, Larissa e Matheus Antigamente, trocar fraldas e dar de mamar era visto como coisa de mulher, mas hoje, os homens já rasgaram a velha cartilha e não se contentam mais apenas com o papel de provedor, que a sociedade há tempos definiu. Rogério Marioni que o diga.

Rogério assumiu o comando da casa desde o ano passado, quando ele e sua esposa, Valéria, fecharam o bar, onde trabalhavam juntos. Ela começou a trabalhar fora e ele optou por ficar em casa, trabalhando por conta própria. Além de cuidar dos filhos, ele também está craque nos serviços domésticos: varre, lava, passa, cozinha e ainda diz que gosta!

"É tudo uma questão de necessidade, adaptação e escolha. Optamos por não colocar uma empregada e nós mesmos cuidarmos deles. Eu, que fui acostumado a ter tudo na mão, não sabia fazer nem um café, aprendi a viver de forma diferente", conta. Orgulhoso, o pai lembra ainda que os filhos - Larissa e Matheus - recorrem somente a ele, quando querem qualquer coisa dentro de casa.

Rogério, Valéria e Matheus "As mulheres lutaram para conseguir um lugar no mercado de trabalho, porém acabam pagando um alto preço, às vezes. Mas é uma opção delas, assim como essa inversão de papéis acaba sendo também uma conseqüência disso", destaca.

Rogério acha importante que o machismo seja abolido de vez. "Não faz sentido. A vida a dois implica em nos tornarmos um só, porque imagina se existirem facções dentro de casa? Só o que nos interessa é sermos espelhos para nossos filhos", finaliza.

Papo aberto
Ana Stuart A psicóloga e terapeuta familiar, Ana Stuart, considera que, para um relação onde existe inversão de papéis dar certo, é preciso muita conversa e acordos pré-definidos. "Não é impossível e, se este tipo de relação for bem trabalhada, ela pode se tornar muito bem sucedida, como no caso da família de Rogério", diz. Só que a psicológa alerta: ainda existe muito preconceito, e por parte das próprias mulheres. "Percebo que os homens não estão achando a situação ruim, mas as mulheres, sim, porque elas não estão acostumadas a ver o homem como uma figura passiva e dominada", ressalta.

Segundo ela, muitas mulheres ainda têm uma certa resistência. Podem até admitir a troca, por pura necessidade, mas, no fundo, vão achar que o homem encontra-se acomodado com a situação, o que pode fazer com que o casamento entre em crise, com a perda da admiração e até do tesão. "É lógico que não estou falando de todos. Mas, para quem não admite isso, a única saída é a conversa franca e aberta", finaliza.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Graca Ruas: Na maioria dos filmes de terror tem esses sinos,por isso tenho duvidas.minha cunhada disse que não gosta pois ela disse que e que chama espíritos malignos.

Sheila Rodrigues: Os estabelecimentos podem limitar o número de contas que cada cliente poderá pagar no caixa? Exemplo a Drogaria Araujo só aceita 5 contas por cliente, então eu tinha 7 contas para pagar, tive que pagar 5 e ir para o final da fila para pagar as outras 2 contas. Isso é um absurdo.

Ana Felício: boa tarde,eu comprei um carregador de bateria minha camera panasonic lumix dmc fh 28 e até agora ningueim entrou en contato comigo é assim que funciona? deixei meu tel e nada oque eu faço?

Gleide Farias: Boa Noite, Parei de tomar o adoless faz uma semana faz medo ? Ou tem problema? Pode engravidar ? Mim responda o breve possivel?

Lidianne Senna: O médico indicou Selene para eu tomar pq eu tenho ovário policisticos, mas eu estou amamentando, meu filho tem 1 ano e 5 meses e ja tem 3 semanas q tomo, gostaria de saber quais são os riscos para meu bebê de eu tomar selene e continuar amamentando?

Karina Valentim de Oliveira: Olá bom dia..eu gostaria de uma ajuda urgente por favor.. eu amamento minha filha de dois anos e 4 meses, quando ela estava com 1 ano e meio mais ou menos o anticoncepcional Micronor não estava fazendo efeito e eu estava menstruando duas vezes no mesmo mês e por isso meu ginecologista me indicou o depo provera... como era de se esperar eu fiquei sem menstruar, porém eu tomei a primeira injeção dia 28 de agosto e a segunda dia 28 de novembro e após isso eu iria ter que tomá-la dia 28 de fevereiro mas preferi não tomar mais pois os efeitos colaterais estavam muito intensos... porém hj é dia 26 de abril e minha menstruação sem sinal e gostaria de saber o q eu poderia fazer... eu já fiz um Beta HCG ontem dia 25 de manhã e deu negativo... o q tá me deixando maluca é que estou sentindo cólica e não desce a menstruação... me ajudem pois não sei o q devo fazer... obrigada

Salatiel Salomao Pessoa: Ola uma amiga minha,tomou DIAD a 15 Dias atras 24 horas apos a penetraçao, hoje e 28/04 e a mentruaçao dela nao veio ne normal pq nao se passou um mes,mais ela houve outra penetraçao ela quer saber se ela tomar o DIAD hoje vai ter algum problema?vai perde o efeito?

Tatiane Souza: Meu GO tb me receitou essa injeção , porém me arrependi. Agora não estou mais amamentando e gostaria e trocar por comprimido. Alguém sabe como devo proceder ? Assim que vencer o período é só iniciar com o comprimido ?

Adrieli Fonseca: olá boa noite estou super preocupada pois tomo anticoncepcional e esqueci de toma um dia e transei com meu namorado, só que a noite quando cheguei tomei o de ontem que tinha esquecido e o do dia e continuei tomando regularmente os que faltavam, só que até agora não desceu o que será????

Franciane Santos: eu tomo o normamor mais tava em falta nas farmacia ai eu menstruei e no quarto dia eu nao tomei so tomei com 8 dias e eu ando sentindo enjos tem pocibilidade de eu estar gravida

Eduardo Oliveira: minha esposa toma o anticoncepcional SELENE minha pergunta e a seguinte. uma pilula do SELENE tomada apos uma relação pode fazer o mesmo Efeito que uma PILULA DO DIA SEGUINTE?

Thais Cristina: Eu estou tomando o cerazette ja tem 1 ano e 3 meses o Go disse que eu poderia estar trocando para outro anti?. decide tomar o selene, eu queria saber se apos terminar o ultimo comprimido do cerazette se no dia seguinte ja posso tomar o selene ou devo esperar a mestruação descer para começar como selene

Isabela Silva: alguem pode me respnder? tomo perlutan a 5 meses. mês passado tomei dia 29 e esse mes hoje dia 17 ja mestruei o que devo fazer?

Gabriel Silveira: merda

Das Cinzas Renasci Negah: Ola tenho 31 anos e a 12 faço o uso do microdiol mas meu marido fez a vasectomia e vou suspender o uso assim que estiver tudo ok,gostaria de saber se vou ter reações desagraveis devido a suspenção do mesmo? obrigado

Gleica Portela: alguem pode mi dizer se o anticoncepacional desogestrel faz parar de menstruar/?:

Fafá Morais Sampaio Silva: Adorei a idéia. Obrigada pela dica.

Marlucia Ferreira: DOUTOR , ESTAVA TOMANDO O SELENE A 1 MES, E NESSE MES JÁ IRIA PARA 2 MESES. E ANTES EU USAVA O INJETÁVEL. POREM NESSE MES INTERROMPI NO QUARTO DIA , POIS ESTOU QUERENDO ENGRAVIDAR. TENHO POSSIBILIDADES DE ENGRAVIDAR AINDA ESSE MES?

Ana Paula Guimaraes: gostei muito e fasio de fa'zer

Maria Eduarda: gostei muito e o unico q eu achei ensinando juntar os ovos

Odette Habermann Denzin: muito legal essas sugestões .vou tentar na próxima pascoa

Cristina Vinci: oiii

Margareth Cassar Schnabl: Adorei esse site! muito bom e fácil de usar.