• Assinantes
  • Mulher

    Nada de choro! Ano Novo, vida nova. Revigore o coração e se prepare para novos desafios no campo do amor. Levou um fora ou está sem namorado? Viva a renovação!

    Fernanda Leonel
    Repórter
    02/01/2007

    Se o término está relacionado a traição, anote as dicas para seguir em frente sem medo de ser feliz! Bola para frente e fila andando... Clique no ícone ao lado para ler a matéria!

    ilustração de casal

    Você estava amando. Muito apaixonada, já tinha planejado um fim de semana de janeiro na praia com seu namorado. E então, acabou. Depois de incontáveis potes de sorvete, e alguma dor de cabeça, você está decidida a viver vida nova, certo?

    Para o seu bem, a resposta tem que ser sim. O "Dicionário da Mulher Moderna", um dos livros mais vendidos no Brasil no último mês, define "recuperação" como "renascer depois de uma colisão ou impacto com alguém; se recompor de uma frustração".

    Vamos caminhar por um pensamento: se a palavra existe é porque ela acontece e vai acontecer com você. Nada de ficar achando que você nunca mais vai ser feliz de novo se aquilo que você (repetindo; você!) acredita no momento de frustação não está acontecendo.

    Liberte-se! E tente viver outras coisa na sua vida. A concentração pode ser profissional, na sua família, ou até mesmo em um relacionamento. Todo mundo sabe que não é nada fácil começar de novo, e que depois de um namoro, fica até difícil se envolver.

    Difícil, não impossível. As relações "de recuperação" podem ser desastrosas, mas também podem ajudar, ser saudáveis, e até divertidas, principalmente se você seguir algumas regrinhas.

    De acordo com a psicóloga Lúcia Bargiona Geara (foto), quando você está em recuperação, você deve ser mais corajosa, aberta, menos tímida e se sentir independente para tomar decisões sozinhas.

    foto da psicóloga Lúcia Bargiona Geara Para Lúcia, o primeiro passo é saber realmente o que você está procurando naquele momento para não se machucar depois. Vale muita honestidade com seu coração: você está procurando diversão pra esquecer até o nome dele ou você precisa de alguém que a trate bem para ajudá-la a levantar sua auto-estima?

    "O que você precisa é se conhecer, o que te dá ferramentas para fazer escolhas saudáveis, ao invés daquelas que vão piorar seu ego ferido", diz Lúcia Bargiona. Além disso, saber o que você procura significa que você não vai fazer outras pessoas sofrerem.

    A dica da psicóloga, é que, a não ser que seja somente uma noite, é importante dizer para o "objeto de sua recuperação" sua história recente e que você não está preparada para um relacionamento sério.

    "Nós somos adultos e se a outra pessoa quiser continuar, até mesmo se ela esperar algo mais, ele saberá o que realmente se passa e você não precisa se sentir culpada por isso", Enfatiza a psicóloga.

    Dê-se um tempo

    ilustração de liberdade Talvez você já tenha procurado seus ex-namorados antes mesmo de seu ex sair pela porta. De qualquer maneira, talvez você precise ficar sozinha por um tempo. "Cada fim de namoro e cada pessoa requer um tempo diferente para se recuperar", fala Lúcia, que enfatiza que não há tempo determinado para seguir em frente depois de um fora.

    E aqueles amigos e parentes que falam que é muito cedo para você namorar alguém ou que você deveria sair mais? A resposta é resumida: deixe que os outros o influenciem. "Os 'você deve' dizem respeito a quem fala, não a você".

    Tenha certeza que você aprendeu com o término de namoro e pensou sobre o que você quer para futuras relações. Assim você não sai correndo de um relacionamento para outro igual.

    Às vezes, algumas coisas no seu relacionamento "de recuperação" podem parecer horrivelmente familiares. Pior do que uma semelhança física, é se o novo caso tem os mesmos defeitos do que seu ex. "Não entre em um círculo vicioso", diz Lúcia. "Tente novas experiências com uma pessoa totalmente nova". Fazendo isso, você se abre para novas possibilidades, tira o ex da sua rotina e pára de usá-lo de exemplo para medir qualquer um que se aproxime.

    Dê uma chance à paixão

    foto de cartinha apaixonada A sabedoria popular diz que uma relação depois de um rompimento pode embelezar sua vida, mas não vai ser seu amor para sempre - mas os especialistas discordam. Muitas histórias de amor começam com: "Eu tinha acabado de sair de um relacionamento e não estava procurando nada sério".

    Para ajudá-la a entender a diferença entre se apaixonar por alguém ou se apaixonar por qualquer um para que você não fique sozinho, Bargiona recomenda acreditar em um amigo que quer vê-la feliz, e que não seja uma pessoa que sempre concorde com tudo.

    "Amigos honestos não devem dizer o que você quer ouvir. Escute o que eles acham de seu comportamento e de suas escolhas", diz. No fim das contas, um relacionamento "de recuperação" pode nos dar dicas sobre o que nós queremos na próxima relação, um senso maior de nós mesmos e um jeito divertido de provar se você superou o ex.

    Literalmente: aprenda com a situação!

    Terminar o relacionamento é sempre difícil, mesmo se quem desistiu do namoro foi você. Mas não há necessidade fazer uma tempestade no momento da separação, bancar uma personagem de novela e atirar objetos domésticos na cabeça do seu ex-amor.

    A hora é sofrida para os dois e nada melhor que resolver esse tipo de problema com classe. Pode ser q ue uma amizade não nasça dali instantaneamente - aliás, é bem provável que ambos precisem de um tempo afastados depois da separação - mas você não quer criar inimigos.

    Além disso, todo mundo merece respeito. Para não errar, algumas dicas simples da psicóloga Lúcia Bargiona Geara que podem facilitar a sua vida e a dele:

    Para terminar:
    • Não enrole - Se achar que é hora de terminar, faça isso logo. Não fique tentando mostrar que as coisas não estão bem, para esperar que ele termine com você e poupe esse trabalho. Outra coisa: não existe um bom momento para terminar, será sempre dolorido. Então, pouco resolve esperar. É claro que é bom evitar datas especiais como o dia do aniversário, dia dos namorados, etc.
    • Ouça a opinião dele - Falar pode ser o seu forte, mas não adianta discursar e ir embora. O seu futuro ex-namorado certamente tem coisas a dizer, a perguntar, a lamentar. Tenha paciência com ele.
    • Não brigue - Os namoros não precisam terminar como se fossem casos de novelas mexicanas. Vá direto ao ponto e não dê espaço para discussões.
    • Esqueça a culpa - Relacionamentos terminam. Não se sinta mal porque alguém vai sofrer por sua causa. Não tenha dúvidas de que você, se já não sofreu, vai acabar sofrendo por alguém.
    • Amigos não têm nada com isso - O problema é seu, então resolva sozinha. Não dá para envolver família ou amigos nisso.
    • Escolha bem o local - Seu namorado pode querer causar um estardalhaço ou pode cair aos prantos. No primeiro caso, é melhor não terminar em casa - um local público pode deixá-lo menos à vontade para gritar. No segundo, um local público pode ser humilhante de mais.
    Depois do término:
    • Amizade é difícil no começo - Provavelmente, vocês não serão amigos tão cedo. Nem é bom ficar muito próxima dele logo de cara seu ex poderá encarar isso como a chance de voltar no futuro.
    • Troca de objetos - A pior parte é trocar os objetos pessoais que estão na casa de cada um. Vá a casa dele para pegar os seus e já leve os dele em uma caixa. Caso contrário, a visita desconfortável terá que acontecer duas vezes, porque ele terá de ir a sua casa retirar seus pertences.
    • Controle a língua - Vocês provavelmente têm amigos em comum. Então não saia por aí falando mal do seu ex a troco de nada, nem divulgue aos quatro cantos como você está feliz e todos os caras com quem você está saindo. Isso vai fazer mal para uma pessoa que já foi muito importante na sua vida.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.