Negócios
Cíntia Leal Cíntia Leal 27/01/2015

Missão dada é missão cumprida: os desafios das promessas

2015Caros internautas, há muito tempo atrás era comum escutarmos “Nossa, como mês de janeiro demora!”, minha avó sempre dizia que era um mês grande, de semanas inteiras, sem feriados e muita conta para pagar. É, o mês não encurtou, mas tenho a impressão de que a cada ano, os seus dias correm ainda mais, tão logo passamos as festas de final de ano e já nos encontramos à porta do Carnaval. Nessa correria do dia a dia acabamos perdendo aquela empolgação que toda virada de ano nos proporciona, é a hora que a rotina se apresenta e as promessas da virada vão ficando cada vez mais distantes até que mais um ano chegue ao fim.
Quando fazemos uma promessa a nós mesmos, seja ela de cunho estético, financeiro, profissional ou pessoal, traçamos mentalmente um plano estratégico para chegar até o nosso objetivo. O que muitas vezes acontece é que por não colocarmos em papel, acabamos nos perdendo em meio aos caminhos que devemos seguir.
Por isso, apresento a vocês um breve passo a passo de como transformar promessas de fim de ano em resultados. Preparados?

1 – Transforme sua promessa em objetivo

Anote em um papel os seus objetivos para este ano, lembrando que os objetivos aqui traçados podem ser a longo prazo, por exemplo, se o seu objetivo é cursar uma faculdade, você não irá conseguir alcançar resultado em 1 ano, mas poderá fazer a matrícula e iniciar o curso de sua escolha ainda em 2015.

2 – Faça uma análise pessoal

Quais sãos os seus pontos fortes? Quais seriam as suas fraquezas diante os objetivos propostos? Quais são as oportunidades neste momento? Quais são as ameaças que impedem os seus resultados?
Esta análise nos possibilita conhecer onde devemos melhorar e o que devemos eliminar para alcançarmos o resultado esperado.

3 – Estabeleça metas para os seus objetivos

Eis aqui uma das etapas mais importante, pois é aqui que vamos quantificar as nossas promessas, aqui efetivamente os sonhos de fim de ano se tornam ações com definição de como chegar ao resultado, o quanto queremos alcançar e quando devemos alcançar. Ao contrário da etapa 1, onde podíamos colocar objetivos a longo prazo, nesta fase, colocaremos prazos o mais curto possível. Por exemplo, se o nosso objetivo é perder 12 quilos em 12 meses, a nossa meta, será emagrecer 1 quilo por mês, assim fica mais fácil de controlar e não corrermos o risco de nos perder ao longo do ano. Já dizia um provérbio chinês “Uma viagem de mil quilômetros começa com um passo”.
Uma dica para essa fase é criar metas realistas, que nos desafia e não que nos faça sentir desmotivados.

4 – Mexa-se

Coloque em prática cada ação necessária para alcançar o resultado esperado, não desanime e jamais deixe para o dia seguinte, adiar é apenas o início do fracasso.

5 – Controle você mesmo

Não adianta definirmos objetivos, metas e colocarmos em prática se não acompanharmos os resultados alcançados. Controle a sua evolução mês a mês, será uma oportunidade de incentivo a cada meta alcançada e principalmente, uma oportunidade de perceber quando as ações não estão gerando o resultado esperado, assim, nos permitindo mudar o rumo das nossas atitudes antes que dezembro chegue.

Um 2015 repleto de resultado a todos nós!

“Todos os caminhos estão errados quando você não sabe aonde quer chegar.” William Shakespeare


Cíntia Leal é administradora graduada pela Faculdade do Sudeste Mineiro (Facsum), pós graduanda em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Machado Sobrinho e especialista em Marketing pelo Centro Técnico de Treinamento da Mercedes-Benz. Atua na área de gestão estratégica, gestão da qualidade e marketing de produtos e serviços.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.