Negócios

Hora certa de adquirir um financiamento
Saiba como solicitar empréstimo para sua empresa
e as linhas de crédito disponíveis

Ludmila Gusman
10/09/02

Para ter retorno que você tanto sonha é preciso acompanhar o ritmo do mercado. Mas onde conseguir dinheiro para investir em sua empresa? Como obter o financiamento adequado ao tipo de atividade que você trabalha? Sem dúvida, um dos requisitos essenciais para o sucesso na expansão de sua atividade é a habilidade para obter e manter o financiamento apropriado. Levantar capital é um dos requisitos básicos de um negócio.

O representante do Posto Avançado do BNDES em Juiz de Fora, consultor do Sebrae/MG, Antônio Flávio Luca do Nascimento, diz que a necessidade de financiar está diretamente ligada ao mercado. "Se o seu produto tem boa aceitação e a demanda é cada vez maior, você precisa investir para não ficar fora do mercado. Em função disso, começa a surgir a necessidade de financiamento", argumenta.

Capital de giro
Segundo Antônio Flávio, o empréstimo mais procurado é o capital de giro. Ao contrário do que muitos empresários pensam, este tipo de financiamento refere-se ao total de recursos necessários para pagar todas as despesas da empresa, incluindo os gastos fixos e variáveis. "O empresário acha que capital de giro serve para comprar matéria-prima ou quem solicita esse empréstimo é um mau empreendedor. Na verdade, toda empresa precisa de capital de giro. É um procedimento natural do mercado", explica.

O empresário deve estar preparado e organizado para obter o empréstimo É necessário estar em dia com as obrigações fiscais (INSS, FGTS) municipais, estaduais e federais. É importante também saber exatamente de quanto dinheiro necessita, por que necessita e como fará para saldar o débito. As projeções de fluxo de caixa que você incluirá em seu plano de negócio ajudarão a estimar o montante e a duração do financiamento. "Muitos empresários acumulam dívidas, até mesmo após o financiamento, porque empregam o dinheiro em outras coisas ou então solicitam um montante que não é necessário. Paga juros sem saber porquê. Não se deve pegar demais e tirar o direito do outro", ressalta.

Para Antônio Flávio, o momento ideal de investir na empresa é quando as vendas melhoram ou quando o mercado está favorável a isso. "Existem alguns setores que mesmo com as crises internacionais - que acabam gerando dívida no Brasil - têm coragem de investir em tecnologias de ponta. Esse é o chamado empresário corajoso que confia que o investimento vai lhe trazer lucros", comenta.

Formas de obter recursos
Quando você buscar financiamento para seu negócio, poderá considerar sua própria poupança, amigos e parentes, bancos entre outras possibilidades. No estágio inicial de desenvolvimento de seu negócio, a assistência de amigos e parentes é a forma mais comum de financiamento. As instituições de crédito tradicionais, como bancos, tendem a considerar arriscado emprestar dinheiro para novos negócios. Em geral, essas instituições requerem que o empréstimo seja totalmente garantido e que o tomador do empréstimo empenhe capital suficiente.

A melhor forma de elevar as chances de obter um empréstimo é preparar uma proposta de financiamento cuidadosa e profissional. A decisão de emprestar dinheiro para seu negócio provavelmente terá como base definições sobre: se você possui um sólido histórico de crédito; se você dispõe de experiência e treinamento para operar seu negócio com sucesso; se você preparou uma proposta de empréstimo e um plano de negócio que demonstrem sua familiaridade com o ramo e seu comprometimento com o sucesso do empreendimento; sua capacidade de pagamento; sua capacidade de garantir o empréstimo.

Cuidados na hora de escolher um financiamento
Dados recentes de uma pesquisa realizada no setor empresarial do país, revelam que no prazo de um ano 50% das micros e pequenas empresas fecham por falta de capacitação gerencial. No Brasil, esse número chega a 75%. Antônio Flávio Luca do Nascimento explica que é imprescindível que o empresário esteja estruturado tanto nos aspectos administrativos como gerenciais para que possa fazer um bom uso dos recursos que demandou e não utilizar o dinheiro aleatoriamente. Antes de adquirir o financiamento ele ressalta que é importante o empresário elaborar um planejamento dos gastos anuais, e não diários como geralmente ocorre. Abaixo, o consultor do Sebrae/MG, Antônio Flávio Luca do Nascimento, enumerou alguns cuidados que você deverá ter ao optar por um financiamento. Confira:

1 - Carência: Veja se o empréstimo possui carência necessária para que você tenha tempo de investir num produto e obter retorno. Há dois tipos de carência: a relativa que agrega juros e correções, e a absoluta que não agrega nada. O dinheiro é do próprio empresário. Nesta última a carência é menor chegando a três meses, na carência absoluta o prazo é de até um ano. Se o financiamento não tiver nenhuma carência, pare e pense se será viável.

2 - Prazo: O prazo para o pagamento é outro ponto importante. Quanto maior for o prazo melhor para pedir o financiamento. A lógica do mercado é: pagar mais longe, receber mais rápido. No capital de giro o prazo varia de 12 a 24 meses com taxas de juros de 3% ao mês. Nos demais empréstimos o prazo pode chegar até 60 meses com taxa mensal que até 12%.

3 - Taxa de juros: Quanto menor a taxa de juros, menos será o custo financeiro. As taxas variam de 1% a 4% ao mês.

4 - Garantias: Fique atento se as garantias expostas no financiamento serão a seu favor.

Linhas de crédito disponíveis

Caixa Econômica Federal

PROGER - Programa de Geração de Emprego e Renda, do Ministério do Trabalho

Finalidade - Micros e pequenos empresários obtêm financiamento para seus Planos de Negócios, com o objetivo de gerar emprego e renda. Os recursos são provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador - FAT. As empresas devem estar legalmente constituídas e em atividade há mais de 12 meses.

Limites de Financiamento: até 90% do projeto, limitado a R$ 30 mil.

Encargos: Taxa de juro a longo prazo mais tarifas e IOF.

Prazo: Até 24 meses.

Banco do Brasil

Finalidade: O financiamento é destinado às micro e pequenas empresas que proporcionem a geração ou manutenção de emprego e renda.

Participação máxima: 80% do investimento total para micro empresas e 70% para pequenas empresas com capital de giro associado até o limite de 30% do investimento fixo financiável.

Limite de financiamento: R$ 50 mil para investimento fixo e capital de giro associado.

Encargos: Taxa de juros a longo prazo mais taxa efetiva.

Prazo: 60 meses incluindo a carência de até 12 meses.

BNDES

Finalidade: O financiamento é destinado a projetos de investimento nos setores industrial, infra-estrutura, comércio e serviço, para a compra de equipamentos nacionais.

Participação máxima: 90% do investimento total para microempresas e 80% para pequenas empresas com capital de giro associado até o limite de 100% do investimento fixo financiável, destinado às microempresas dos setores de indústria, comércio e serviço; até 50 % destinados as pequenas empresas dos setores de indústria e comércio.

Encargos: Taxa de juros a longo prazo, encargos do BNDES e del-credere do Banco.

Prazo: Definido em função da capacidade de pagamento da empresa.

BDMG - Projeto Geraminas

Finalidade: Dar o suporte creditício do programa Micro Gerais às pequenas e microempresas, com recursos do FUNDESE.

Participação máxima - O BDMG financia até 80% de todos os tipos de investimentos cobertos pelo Programa.

Limite de financiamento - Para financiamentos destinados a investimentos fixos ou mistos (fixo e giro), os limites de financiamento são de até 20% do faturamento contábil conforme última declaração do Imposto de Renda da empresa. Para financiamentos destinados a investimentos em capital de giro puro, os limites de financiamento são de até 10% do faturamento contábil.

Encargos: Encargos financeiros, taxa de abertura de crédito, multa de atraso no pagamento mais encargos diários.

Prazo: 24 meses

OBS: Outra forma de aquirir financiamento é através do Banco do Povo. Saiba mais detalhes clicando aqui ou em http://www.bancodopovo.org.br

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.