Negócios
Segunda-feira, 16 de outubro de 2009, atualizada às 15h28

Comércio admite menos em outubro. Tendência para os próximos meses é de queda nas contratações no comércio

Clecius Campos
Repórter

O saldo de empregos gerados em Juiz de Fora durante o mês de outubro é aproximadamente 44% menor que o registrado em setembro deste ano. Embora positivo, apresentando 445 novos postos na cidade, o número esteve longe de superar os 797 empregos criados em setembro. Os dados são do Estudo de Evolução do Emprego, realizado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho (MTE), divulgados nesta segunda-feira, 16 de outubro (veja tabela completa).

Pelo segundo mês consecutivo, o comércio lidera a lista de maior número de contratações e apresenta saldo positivo de 265 empregos em outubro. Em setembro, o setor chegou a contratar 434. De acordo com o chefe do setor de relações do trabalho da Gerência Regional do Trabalho e Emprego, José Tadeu de Medeiros Lima, a tendência esperada é de queda no número de contratações até o fim do ano.

"Normalmente, os contratos de final de ano têm duração de 90 dias. Dessa forma, as admissões, que começam em setembro para atenderem até o final do ano, sofrem queda a partir de outubro, mas devem continuar acontecendo. As demissões começam a partir de janeiro."

Setor de serviços é o grande empregador

A análise dos dados divulgados pelo Caged mostra que, ao longo do ano e nos últimos doze meses, o grande responsável pelo saldo positivo de empregos é o setor de serviços. De acordo com Lima, os grandes empregadores são as conservadoras de limpeza, a medicina especializada e clínicas de diagnósticos e as escolas e faculdades particulares.

"Um dos motivos para a preferência pelo setor é a remuneração média ser mais alta que a praticada no comércio. O ramo de serviços requer um nível mais alto de especialização que o comércio, mas a diferença entre salários é considerável."

Salário médio de admissão (janeiro a setembro de 2009)
IndicadoresSalario Médio de Admissão(R$)
 
Total das Atividades
Extrativa Mineral 665,67
Indústria de Transformação 586,15
Serviços Industriais de Utilidade Pública 985,51
Construção Civil 647,29
Comércio 548,04
Serviços 680,43
Administração Pública 1.719,07
Agropecuária 541,81
 
Ocupações com maiores saldos
CBO 717020 Servente de obras 541,59
CBO 521125 Repositor de mercadorias 469,00
CBO 411010 Assistente administrativo 875,88
CBO 411005 Auxiliar de escritório, em geral 534,52
CBO 784205 Alimentador de linha de produção 542,05
 
Ocupações com menores saldos
CBO 521110 Vendedor de comércio varejista 500,85
CBO 422315 Operador de telemarketing receptivo 432,38
CBO 421125 Operador de caixa 470,94
CBO 782220 Operador de empilhadeira 690,22
CBO 412110 Digitador 659,73

Fonte: Caged/MTE
Nota: Foram consideradas apenas as admissões com salário válido.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.