• Assinantes
  • Cultura

    Yanna Paixão pela música, dedicação e estudo teórico. Ingredientes do sucesso da cantora que acaba de gravar o seu primeiro CD

    Fernanda Leonel
    Repórter
    12/07/2006

    Clique no ícone ao lado para ver e ouvir a cantora Yanna interpretando sucessos de Chico Buarque de Hollanda e Zélia Duncan. Palinhas especialmente preparadas para o portal ACESSA.com!



    Ela é apaixonada pelo que faz. Impressões e opiniões a parte, fica difícil não descrever Yanna sem dizer que ela retoma o amor pela música a cada resposta que dá.

    Yanna é metafórica, e usa muito bem as palavras, seja para para descrever o papel do artista, seu sonho de viver de música ou a importância da profissão que escolheu para sua vida.

    Ponto positivo para quem pretende viver de música: com as palavras e frases sempre certas na boca, fica mais fácil para a cantora, abrir a expressão e a emoção para compor. Atividade que não é nova no cotidiano da artista, mas que nos últimos tempos se tornou fundamental para os rumos que ela pretende dar à sua carreira.

    A inspiração para compor vem somada ao fato que a jovem de 19 anos, canta e toca violão e instrumentos de percussão. Nos shows que faz em estilo acústico, ela mesmo se acompanha e cria as modificações vocais e harmônicas que vão diferenciar o seu show de um simples cover.

    Yanna está se firmando como um jovens nomes mais conhecidos do cenário cultural de Juiz de Fora. A média de shows por mês se aproxima do número 15, e o público cativo, que está com ela em todas as casas noturnas que se apresenta, também cresce a cada dia. Um fã clube já ficou oficial e até mesmo a cantora fica surpresa com a rapidez que seu trabalho está sendo reconhecido.

    "Juiz de Fora tem uma capacidade incrível de dar gás à carreiras artísticas. Acho muito legal, como, por exemplo, eu toco aqui no centro e vejo a repercussão disso do outro lado da cidade. Isso é uma característica daqui, mesmo se tratando de uma cidade grande", complementa.

    O começo de tudo...

    Yanna parece não ter optado por acreditar na velha história de que "filho de peixe, peixinho é". Contrariando qualquer influência genética de mãe, pais, avô ou bisavô, ela é a primeira da família a se aventurar no ramo da música.

    A cantora conta que foi por volta dos 11 anos que realmente resolveu abraçar os planos da magia do som na sua vida. Aos sete, já tinha ganhado um pandeiro de um amigo da sua mãe e se interessado por instrumentos de percussão, mas foi nos quatro anos seguintes que a história ficou mais séria.

    Aos 11 anos então, entrou na tão sonhada aula de violão, e, para ter o instrumento em casa para treinar, trocou um relógio de marca que tinha ganhado da mãe pelo instrumento. O "escambo" aconteceu com uma amiga que não ligava lá muito para o instrumento de cordas. Sorte para a cultura juizforana. Depois do primeiro contato, ela não parou mais.

    Aos 14 anos, resolveu investir na parte teórica da música, por entender que teoria e prática devem caminhar lado a lado. Decisão tomada e que rendeu bons frutos como destaca Yanna. Nesse crescimento conjunto, ela conheceu músicos, compartilhou informações e dicas, e resolveu começar a carreira em bares da cidade.

    No começo, tudo acontecia em forma de "palinhas". A cantora pedia oportunidades em meio a shows de outros artistas e começou a agradar. Foi então que a palinha de uma música cresceu e deixou de ser improvisada para ser combinada. Yanna preparava repertórios com duração de uma ou duas horas, para inserir no início, meio ou fim da apresentação de algum outro músico.

    Foi então que menos de um ano depois, ela já estava com seu próprio show montado e data nas agendas das casas noturnas reservadas só em seu nome. Aos 15 anos, Yanna já animava platéias acompanhada apenas, do seu inseparável amigo violão.

    Atualmente Yanna se divide entre a agenda lotada de shows em Juiz de Fora e a faculdade de música no Rio de Janeiro, e continua, segundo sua própria definição, subindo os degraus necessários para uma carreira em música.

    CD chegando
    O primeiro CD da carreira da cantora deve ficar pronto em, no máximo, 15 dias. O trabalho independente já está em fase final de mixagem e espera somente e impressão das capas para cair no gosto do público juizforano.

    São onze faixas, que como o próprio nome do disco adianta, pretende levar um pouco da experiência da artista nas noites. Yanna, o melhor da noite, tráz interpretações que prometem estar recheadas da personalidade musical da cantora. Músicas que vão de Djavan a Nando Reis, e que dividem espaço no disco com quatro faixas compostas por Yanna.

    Essa é a primeira vez que letra e música da cantora entram em faixas de CD´s. A garota, que carrega um caderninho para todo lugar que vai para anotar possíveis pensamentos que podem virar música, diz que já tem aproximadamente 30 canções que estão prontas para serem gravadas.

    Um detalhe interessante do CD é que o violão, a guitarra e os instrumentos de percussão do foram gravados pela própria Yanna. "Eu valorizo muito o aprendizado constante. Estou em dedicando à música e queria que esse disco tivesse a minha cara. Uma das formas que encontrei de fazer isso, foi participando dele também na parte de execução dos intrumentos", complementa.

    Perguntada sobre o futuro, Yanna é enfática: já vivo e quero continuar a viver de música. Ela acredita que as dificuldades existem, mas que toda carreira tem momentos sacrificados e que isso não pode ser impedimento para que o sonho fique pelo meio do caminho. "E trabalhar com música é meu sonho, meu destino", resume, para não deixar nenhuma dúvida pairando no ar.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.