• Assinantes
  • Política
    Sábado, 18 de março de 2017, atualizada às 11h22

    Vereador propõe audiência pública sobre revogações das permissões de táxis

    Da redação

    O vereador Pardal (PTC) apresentou na última quinta-feira, 17 de março, um requerimento solicitando uma audiência pública para tratar sobre as revogações das permissões de táxis em Juiz de Fora.

    O documento apresentado pelo vereador é baseado em uma solicitação feita pela Associação de Condutores Autônomos dos Serviços de Táxi de Juiz de Fora (Acast) e do Sindicato dos Taxistas e Transportes Autônomo de Passageiro de Juiz de Fora e Região, que alegam que a última licitação de táxis feita no município foi fraudulenta e reivindicam seus direitos. Um grupo de taxistas já protestou em frente à Câmara no início do mês.

    O vereador Pardal solicitou que o requerimento fosse aprovado antes das demais proposições fossem lidas, para que os taxistas e suas famílias presentes na plateia do plenário pudessem obter a resposta com antecedência. Assim, em caráter excepcional, o requerimento foi colocado em votação e aprovado pelos pares no início da reunião. O vereador Sargento Mello (PTB) solicitou que a realização da audiência pública seja marcada para a data mais próxima possível, uma vez que os veículos dos taxistas cujas permissões foram revogadas já começaram a ser descaracterizados pela Settra.

    Serão convocados para participar da Audiência Pública o secretário de Transporte e Trânsito, Rodrigo Tortoriello e o Procurador Geral do Município, Edgard de Sousa Ferreira. Também serão convidados os representantes da Acast e do Sindicato dos Taxistas, além de demais interessados na questão.

    Com informações da Câmara Municipal de Juiz de Fora.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.