• Assinantes
  • Política

    Manifestantes fazem ato relâmpago Fora Temer no Parque Halfeld

    Nas redes sociais, o evento tinha a confirmação de mais de 2.800 pessoas. Novo ato está confirmado para este domingo, na Praça da Estação

    Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
    18/05/2017

    Dezenas de manifestantes com bandeiras e cartazes fazem ato relâmpago nesta quinta-feira, 18 de maio, no Parque Halfeld, para pedir a saída do presidente Michel Temer (PMDB) e a convocação de eleições gerais. A concentração começou, às 17h, e representantes sindicais e de movimentos populares falam ao microfone, neste momento, se posicionando a favor do ato. Caso saiam em passeata, a organização definiu roteiro pela avenida Rio Branco, rua Floriano Peixoto, avenida Getúlio Vargas e retorno para o Parque Halfeld.

    O evento foi criado no Facebook na noite de quarta, 17, pela Frente Brasil Popular Juiz de Fora e Zona da Mata, horas depois da divulgação da notícia pelo O Globo que Temer deu aval para comprar silêncio do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, preso na Operação Lava Jato. A notícia era com base no conteúdo da delação premiada de Joesley e Wesley Batista, do grupo JBS.

    O diretor-presidente do Sindicato dos Professores Municipais (Sinpro-JF), Flávio Bitarello, explica que o ato foi programado de quarta para quinta, 18, em virtude dos acontecimentos, com as denúncias divulgadas que envolvem diretamente o presidente Temer e o senador Aécio Neves. “Isso tudo mostra que o atual presidente não tem a mínima condição de continuar governando, por isso queremos que ele seja retirado, imediatamente. A classe trabalhadora exige que neste momento pare todas as votações no Congresso, retirada de todos projetos, pois ficou claro ontem o que estava por trás do governo golpista, que era atingir a classe trabalhadora e o regime democrático e implantar regime de exceção”, destaca.

    Nas redes sociais, o evento tinha a confirmação de mais de 2.800 pessoas. Segundo o Fórum Sindical e Popular de Juiz de Fora, novo ato está confirmado para este domingo, 21 de maio, a partir das 9h, na Praça da Estação. Na data, outros movimentos em vários estados do país também confirmaram manifestações.

    Inquérito contra Temer

    Segundo reportagem, em encontro gravado em áudio, em março deste ano, pelo empresário Joesley Batista, Temer teria sugerido que se mantivesse pagamento de mesada ao ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e ao doleiro Lúcio Funaro para que estes ficassem em silêncio. O ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal (STF) homologou nesta quinta as delações. O conteúdo dos textos estão sob sigilo. Fachin também autorizou a abertura de inquérito para investigar o presidente da República.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.