Frutas

Ameixa Fruta é rica em vitamina A e potássio. É usada como laxativo
e em problemas do aparelho respiratório

Sílvia Zoche
Repórter
31/08/2006
Quando a gente pensa em ameixa, existe mais de uma possibilidade de imaginar os seu formatos e cores. No meio de uma banca de frutas, ela chama atenção por sua cor mais escura. Mas existem outros tipos de ameixa. Uma delas é a ameixa preta, que é desidratada, muito usada em doces e até salgados. Sabores como o do manjar dos deuses, que mistura leite condensado, leite de coco e ameixas em calda é de dar água na boca.

Tudo bem que tem gente que não gosta desta fruta, mas é difícil resistir a um bolo de chocolate que leva ameixa e coco. Quer algo mais natural? Que tal preparar uma geléia de ameixa?

Mas a ameixa preta também é usada em comidas salgadas. A comerciante Maria das Mercês, que possui um estabelecimento no Mercado Municipal, garante que muitas pessoas compram ameixa preta para o preparo de pratos salgados. Um lombo com ricota e molho de ameixa fica especial ou então um peru com geléia e ameixas.

A comerciante Rosa Marilza, há dez no Mercado Municipal, vende doce de leite puro e doce de leite com ameixa. "O cliente prefere o doce de leite puro. Acho que a ameixa não é tão divulgada, porque não tem na região", diz.

Segudo o nutricionista Arnaldo Pinheiro, a ameixa é o fruto da Prunus domestica, família das rosáceas, originária da Europa e Cáucaso. Suas cores vão do roxo escuro, passando pela violácea, vermelha ou amarela. "A ameixa é carnosa e suculenta, e seu caroço é quase liso", conta. O comerciante Cláudio Marinho da Costa conta que compra as ameixas vermelhas que chegam da Argentina, Chile e Espanha. "As que são vermelhas também por dentro são mais suculentas. As que são amarelas por dentro são mais secas". Ele diz que até fevereiro, as ameixas são suculentas e que, a partir de março, as variedades são amarelas internamente.

Os comerciantes Maria Aparecida Barros de Andrade e Joaquim Eduardo de Andrade Guedes trabalham há mais de 16 anos com hortifrutigranjeiros e compram a ameixa vermelha japonesa. "As vermelhas são frutas de regiões mais frias", diz Joaquim. "Em Barbacena etem cultivo, mas as ameixas são bem pequenas. É que existem diversas variedades", explica Maria.

As ameixas amarelas são mais fáceis de encontrar em regiões mais quentes. Não é à toa que Rodrigo Santos adora comer ameixa amarela no pé. "Até hoje, vou na roça pra comer ameixa e também jabuticaba, quando é epoca. Meu tio me chama de macaquinho", ri. Lívia Mattos gosta de todos os tipos. "Mas a amarela é mais acessível". Isso porque há uma árvore da fruta na casa dela. "Os vizinhos ficam o dia inteiro pedindo". Hoje em dia, ela já não sobe mais. "Minha mãe encheu de orquídea no pé da árvore e não dá pra subir". A solução é ir na laje de casa."Mas não tem graça".

Maria e Joaquim contam que as ameixas amarelas que vendem são de São Paulo, porque são maiores que as daqui na região. "Lá, tem muita plantação de ameixa amarela. Depois da floração, as frutas começam a nascer. Quando estão pequenas ainda, eles batem na árvore com vara para cair parte das ameixas. As que ficam no pé crescem e ficam maiores".

A fruta é rica em vitamina A e também possui vitaminas C, B1 e B2 e niacina, além de ser rica em fósforo e ter potássio, magnésio e carboidratos. "A ameixa preta, a forma desidratada da fruta, é amplamente usada como laxativo tanto inteira, em infusão ou associada ao mel", afirma o nutricionista. Ele informa que, para problemas do aparelho respiratório, a ameixa preta pode ser colocada no forno para secar. "Depois, é moída e seu pó é adicionado a água e mel para combater a tosse, gripe e rouquidão".

Acesse as receitas do Só Sabor!
Clique aqui e cadastre suas receitas.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.