Frutas

Acerola Fruta ácida e famosa por ser mais rica em vitamina C do que a laranja, normalmente é consumida em sucos, misturada com outras frutas

Sílvia Zoche
Subeditora
10/11/2007
Receitas:

A acerola, de nome científico Malpighia punicifolia L., é uma fruta rica em vitamina C e famosa por ter mais desta vitamina do que várias laranjas juntas. É fonte de vitaminas A, B1 e B2 também. Seu lugar de origem é nas Antilhas. Ela é indicada para casos de gripe, afecções pulmonares, doenças do fígado, nasais e gengivais.

A safra é de dezembro a fevereiro, segundo a comerciante do mercado municipal de Juiz de Fora, Maria Aparecida Barros de Andrade, que acrescenta que a acerola precisa de muito calor e chuva para desenvolver bem. "A árvore fica carregada nessa época e se cai uma frutinha, rápido nasce uma flor que já vai dar outra acerola", conta. Mas é uma fruta resistente a climas subtropicais também.

Ela conta que em Juiz de Fora qualquer quintal pode ter um pé de acerola, a aceroleira. "É fácil de achar aqui na região, em Piau, Matias...", citando as cidades próximas.

É uma fruta frágil, que depois de madura, só fica no pé durante dois dias. No início da safra, são menores. "E se tiver pouca fruta no pé, elas ficam maiores", completa.

Sua utilização é maior em sucos, misturada com frutas como laranja, abacaxi, melão e maracujá. Seu formato e tamanhos lembra, às vezes, a pitanga, mas esta tem polpa agridoce, diferentemente da acerola. "Para comer a fruta fresca, pura, não dá, porque é muito azeda, lembra um pouco do ácido do limão", diz Aparecida. O comerciante Cláudio Marinho concorda. "Não conheço ninguém que compra uma caixa de acerola e come pura, porque não tem aquele sabor. E nem suco só de acerola. É bom colocar outras frutas junto", comenta. Há quem faça doces, compotas e sorvetes com esta frutinha, que possui uma variedade adocicada.

Foto de acerolas Foto de acerolas

Como é uma fruta frágil, deve ser armazenada em caixinhas com poucas frutas, para o peso das camadas não amassar as que estão mais embaixo. Quem leva uma caixinha da fruta fresca para casa é bom saber que ela dura somente dois dias fora da geladeira.

Já acondicionada em temperaturas mais baixas, Aparecida afirma que ela se mantém por um mês ou mais. "Só que mais de um mês, ela começa ficar amarelada, mas o sabor dela não muda, não".

Durante todo ano, lanchonetes e restaurantes preferem estocar a fruta na forma de polpa congelada. "Eu vendo bem. Hoje em dia, a acerola é muito divulgada por fazer bem à saúde e já vi reportagem falando que mantendo a fruta congelada não se perde a vitamina. Então, as pessoas compram mesmo", comenta Cláudio.

1. Como são classificadas as variedades de aceroleira?

As variedades de acerola podem ser classificadas em doces, ácidas e sub-ácidas. Estes tipos diferenciam-se principalmente pelos teores de açúcares - sólidos solúveis totais (SST) e acidez total titulável (ATT) nos frutos maduros.

As variedades ácidas são mais utilizadas na industrialização, sendo que apresentam sabor pouco agradável, por conter teor de acidez elevado. Por sua vez, as variedades sub-ácidas apresentam teores intermediários de açúcares e acidez, podendo ser utilizadas para ambas as finalidades.

Foto de acerolas Foto de acerolas

2. Quais são as variedades definidas para o plantio comercial?

Algumas variedades de acerola desenvolvidas mediante a seleção e clonagem de genótipos, agronomicamente superiores, têm sido cultivadas na maioria das regiões produtoras, a saber: Barbados, Flor Branca, Inada, Número 1, Okinawa, Olivier e Sertaneja. Esta última foi lançada em 1998 pela Embrapa Semi-Árido, como resultado de um programa de seleção de genótipos superiores para áreas irrigadas do Nordeste. Outra variedade de interesse comercial, selecionada pela Embrapa Mandioca e Fruticultura é a Variedade Cabocla, adequada para o consumo como fruta doce e de boa palatabilidade.

Fonte: Embrapa Mandioca e Fruticultura


Acesse as receitas do Só Sabor!
Clique aqui e cadastre suas receitas.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.