Frutas

Figo Fruta tem lugar garantido na mesa dos juizforanos

Daniele Gruppi
Repórter
08/03/2008
Outras frutas:

Uma fruta que tem lugar garantido na mesa dos juizforanos é o figo. Considerado altamente energético, por ser rico em açúcar, pode ser saboreado de várias formas: em saladas, puro, com açúcar, com creme de leite. "A receita vai de acordo com o gosto de cada um", afirma a comerciante do Mercado Municipal de Juiz de Fora, Maria Aparecida Barros.

Segundo a vendedora, o figo verde é ideal para fazer doce, já o roxo pode ser degustado a qualquer hora. "É só lavar, não precisa nem descascar", explica. De acordo com a comerciante, Olinda Almeida Gomes, a fruta tem uma vendagem boa. "As pessoas gostam de usá-lo para compor uma mesa de frutas e o sabor agrada em cheio o consumidor".

Maria Aparecida declara vender mais figo no mês de dezembro. A safra do figo começa em novembro e vai até o mês de abril. "Há sempre os temporões. Geralmente, a fruta é descarregada aqui, vinda de São Paulo", comenta.

A figueira pode ser cultivada em diferentes climas, mas prefere se desenvolver no frio. No Brasil, a cultura se adaptou muito bem em São Paulo, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. "Minha mãe tem roça e é muito difícil cultivar a planta, dá muito formiga, e acaba tendo que cortar o pé", afirma Maria Aparecida, ressaltando que para colher também é preciso um cuidado especial, pois a fruta solta um leite, que pode provocar coceiras e queimação.

Para quem aprecia o doce da fruta, Olinda dá uma dica para preparar a delícia. "Coloque o figo no congelador e depois raspe a pelinha. O segredo é deixar ferventar bem". O doce pode ser servido em calda ou cristalizado. Cem gramas de fruta fornecem 62 calorias.

Foto da comerciante Maria Aparecida Barros Foto de um figo roxo Foto de uma caixa de fifos roxos
Poderes da fruta
Entre os sais minerais encontrados no figo, destacam-se o Potássio, o Cálcio e o Fósforo, que contribuem para a formação dos ossos e dentes, além de evitar a fadiga mental, ajuda na transmissão dos impulsos nervosos. O figo seco é um bom alimento para as pessoas que gastam muita energia em exercícios musculares. Já o fresco é considerado expectorante pela sua eficácia contra inflamações do aparelho respiratório, como tosse e catarros. Triturado e aplicado em compressas quentes, amadurece e desfaz abcessos e furúnculos.

As sementes fazem dele um laxante ativo e suave, estimulando a musculatura do intestino. A água de figos (secos ou frescos), tomada pela manhã, em jejum, e à noite ao deitar, normaliza a função intestinal e auxilia a expulsão de vermes intestinais.

O figo é recomendado também para os que sofrem de doenças do fígado e vesícula biliar. Quem sofre de acidez no estômago, artrites ou são obesos, devem evitá-lo. Em boas condições, o figo fresco conserva-se na geladeira por até uma semana.

Foto de uma caixa de figo roxo Foto de fogos verdes Foto de três figos roxos

Acesse as receitas do Só Sabor!
Clique aqui e cadastre suas receitas.

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Clarice Brum: com a fruta figo ..podemos fazer batidas com leite pasteurizado.. e usar em shakes a base também de leite de soja...obrigada