• Assinantes
  • Turismo

    Rota do Muriqui abriga maior primata das Américas Turismo ecológico começa a ser explorado em reserva particular na Mata Atlântica, estudada por cientistas do mundo inteiro

    Clecius Campos
    Repórter
    4/5/2010

    A mais importante população do maior primata das Américas, o muriqui-do-norte (Brachyteles hypoxanthus), pode ser observada de perto pelo visitante que escolher o Circuito Turístico Rota do Muriqui como destino. Embora ainda não completamente formatado, o roteiro já permite o turismo ecológico na área de Mata Atlântica que abriga o animal.

    O espaço é a Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Feliciano Miguel Abdala, localizada na cidade de Caratinga, na Bacia do Rio Doce. A reserva de 957 hectares já foi visitada por cientistas de países como Estados Unidos, Itália, Inglaterra, França, Alemanha, Nova Zelândia, Bélgica, Portugal, Austrália, Japão, Áustria, Espanha, Holanda, Dinamarca, Irlanda, Uruguai, Argentina, Canadá, Suíça, Colômbia e Finlândia, e hoje está aberta a turistas.

    "Havia uma resistência contra a exploração turística, devido à diversidade ecológica. Hoje, a ONG [organização não governamental] Preserve Muriqui, administra o local e agenda visitas acompanhadas por um guia. O local é incrível e dá para ver o muriqui bem de perto", conta o gestor do Circuito Turístico Rota do Muriqui, Igor Cabral. Além de Caratinga, integram o roteiro das cidades de Ipanema, Santa Rita de Minas, Santa Bárbara do Leste, Piedade de Caratinga e Ubaporanga. Córrego Novo e Entre-Folhas estão em processo de filiação.

    "O circuito ainda está se formando. Estamos na fase de estruturar, sensibilizar e capacitar aqueles que irão desenvolver a atividade nessas pequenas cidades. O objetivo é agrupar os atrativos e desenvolver algo voltado para o turismo rural e para o turismo ecológico." As cidades começaram a se agrupar em 2005 e só em 2009 conseguiram a certificação, expedida pela Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais. Alguns dos municípios eram parte do Circuito Turístico Mata Atlântica, porém o incentivo à regionalização da oferta turística em Minas possibilitou a criação do novo roteiro.

    Caratinga

    Caratinga, a principal cidade do circuito, é também uma das mais bem estruturadas para a visitação. O destino é enfeitado pela Pedra Itaúna, com 1.012 metros de altitude, ponto para a prática de esportes radicais, como o paraglider. Os mananciais também são atração, com destaque para a Lagoa da Silvana, a Lagoa do Piau e a Prainha do Rio Manhuaçu. "As cachoeiras e os casarões antigos das fazendas centenárias dão o ar bucólico à região."

    O destino tem população de 90 mil habitantes e conta com tradicionais festas como a Caminhada Caratinga. "O evento ocorre em junho e é uma micareta, com trios elétricos e atrações nacionais." O Festival Gastronômico Trem Bão é Buteco também atrai turistas, assim como o Maió e Mió São João de Minas, festa de rua realizada em junho, mês do aniversário de cidade. Caratinga é palco ainda do Salão Internacional do Humor, que atrai cartunistas de todo o país. A razão é o município ser terra do cartunista Ziraldo, homenageado com o Monumento do Menino Maluquinho.

    Foto de atrativo do circuito Foto de atrativo do circuito
    Ipanema

    A Estação Ecológica de Ipanema é a reserva de Mata Atlântica que torna a cidade também destino para turismo ecológico. No local, as pesquisas científicas de diversidade tomam os mesmos rumos da RPPN Feliciano Miguel Abdala, também próxima à cidade. O município é o segundo maior do circuito e possui atrativos que já trazem turistas. "Os destaques são o Festival de Inverno e a Festa do Ipanemense Ausente." Carnaval e Semana Santa também movimentam o destino.

    Piedade, Santa Bárbara e Santa Rita

    As cidades de Piedade de Caratinga, Santa Bárbara do Leste e Santa Rita de Minas ainda engatinham na organização de seus atrativos. Os municípios ficam mais movimentados nas comemorações de seus aniversários e o turismo rural é o foco a ser buscado. Em Piedade, a pureza do rio que leva o nome da cidade chama atenção. Em Santa Bárbara a diversão é comer milho verde, mingau de milho e pamonha, às margens da BR-116, ou subir um pouco mais a via, até o Alto da Igrejinha e fazer uma caminhada ecológica. No calendário de evento estão a Festa Junina do Córrego do Laje e a Festa de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro.

    Foto de fazenda Foto de atrativo do circuito

    Em Santa Rita de Minas, a agropecuária e a indústria de alimentos convidam para apreciar as fazendas centenárias do município. A gastronomia ganha força no mês de maio, com as barraquinhas que tomam conta da Praça da Matriz. O Tribuna Folia, a Festa da Fantasia e a Festa do Santa-Ritense Ausente também são atrativos únicos.

    Ubaporanga

    A gastronomia é o forte em Ubaporanga, cidade conhecida pelos diversos clubes e os pesque-pague que abriga. Segundo Cabral, o destino é um dos mais bem estruturados e já possui produtos turísticos que podem ser explorados. "São diversos restaurantes rurais, com atendimento profissional e comida típica mineira. A cidade tem hotéis e está pronta para receber visitantes. De qualquer forma, os destinos do circuito estão muito próximos. É fácil ficar hospedado em um município e visitar o outro com tranquilidade."

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.