Cultura

Coral gospel mais famoso dos EUA se apresenta em JF Harlem Gospel Choir canta no Cine-Theatro Central
em turnê que contempla cidades do interior do Brasil


Guilherme Arêas
Repórter
18/03/2009

Eles já se apresentaram para Nelson Mandela, Paul McCartney, papa João Paulo II e Barack Obama. Cantaram junto com Diana Ross, Jimmy Cliff, Whoopi Goldberg, U2, Cindy Lauper, Andre Rieu e Elton John. Pisaram em uma dezena de países de todos os cantos do mundo para levar o melhor da música gospel americana e têm agenda cheia até março de 2010. Nesta quarta-feira, 18 de março, Juiz de Fora passa a fazer parte da rota do Harlem Gospel Choir, o coral gospel mais famoso dos Estados Unidos e um dos mais conhecidos do mundo.

Chamados de “Anjos do Harlem”, o grupo foi criado em 1986 pelo produtor e regente Allen Bailey, que teve a ideia do coral enquanto assistia a uma celebração em homenagem a Martin Luther King Jr. Mais de duas décadas depois, o vencedor do Nobel da Paz continua sendo a grande inspiração para os artistas mais famosos do Harlem, um bairro de Manhattan, em Nova York.

"Com essa celebração em homenagem ao Martin Luther King começamos a levar a música gospel a outras culturas, para unir as pessoas e juntas celebrarem o amor", diz Shelly Taylor (foto abaixo, à direita), uma das integrantes do coral.

Foto de três integrantes do harlem Gospel Choir

O estilo musical do grupo transita entre o gospel tradicional e o contemporâneo, o blues e o jazz. Mas a verdadeira intenção das apresentações ao redor do mundo é levar a qualidade da música aliada a uma mensagem positiva.

"Temos o privilégio de fazer parte do movimento que leva a música gospel a várias culturas e diferentes etnias. Não importa o local onde estamos ou a língua que as pessoas falam. Nós estamos ligados a elas por um sentimento de união. Temos a honra de fazer as pessoas sorrirem", declara Yvonne Williams (foto ao lado, à esquerda).

Como se não bastasse a beleza das vozes dos nove integrantes do Harlem Gospel Choir que se apresentam em Juiz de Fora, o grupo ainda se dedica às ações sociais. Eles viajam o mundo para compartilhar a alegria e a fé através da música. Com os shows, vendem seus produtos e angariam fundos para ajudar crianças carentes.

Foto do Harlem Gospel Choir

"A renda que vem dos shows, das vendas de CDs e dos braceletes nós revertemos para crianças carente em todo o mundo", revela Yvonne. Os braceletes de silicone são vendidos no site oficial do grupo e custam cinco dólares. No produto, a mensagem que o coral prega em todas as apresentações: "God Bless the Children", ou "Deus Abençoe as Crianças". Mais de 40 mil dólares já foram arrecadados com a venda das pulseiras.

A terceira turnê do grupo no Brasil começou no Rio de Janeiro e passou por Goiânia. Além das capitais Belo Horizonte, Florianópolis e Porto Alegre, o coral também vai contemplar cidades do interior, como Santos, Campinas, Ribeirão Preto e Pelotas. Para outro integrante do grupo, Horace Whitlock, não há diferença entre os shows em cidades grandes e pequenas. "Levamos a música de Jesus para todos os cantos, sem nos importarmos se é uma capital."

Foto do Harlem Gospel Choir Foto do Harlem Gospel Choir

"Muitas pessoas das cidades pequenas não têm oportunidade de ir ao Rio de Janeiro ou outras grandes cidades assistir ao show. Para nós, ir até às cidades menores é tão especial quanto cantar nas capitais", completa Yvonne Williams.

O Harlem Gospel Choir sobe ao palco do Cine-Theatro Central na noite desta quarta-feira, 18 de março, às 20h30.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.

Erick Santana: canta muito