• Assinantes
  • Zona Pink

    Mineira fatura concurso de Drags no Sport
    Gay Brasil Show teve estilo bem diferente do Miss Brasil Gay

    Repórter: Sílvia Zoche
    Edição: Ludmila Gusman
    22/08/2004




    Clique no ícone ao lado para ver a entrega dos prêmios às três melhores drags da noite.



    A estréia do Gay Brasil Show trouxe à Juiz de Fora , na noite de sábado, o concurso com onze drags - apenas uma representando Juiz de Fora - que concorreram ao prêmio máximo de R$ 2500 e um fim-de-semana em Búzios, com direito a acompanhante. A expectativa invadiu a quadra do Sport Club por ser o primeiro concurso de drag queen realizado na cidade.

    A mineira de Belo Horizonte, Aysla Pirv (foto ao lado), faturou o primeiro lugar. "Depois do segundo lugar, eu não esperava mais nada. Meus amigos sabem como eu estava nervosa", diz atônita. O segundo lugar foi para a drag Tatiana Kiznelo, da cidade do Rio de Janeiro. "Eu não esperava. Não sei nem o que dizer", falou emocionada.

    Já o terceiro lugar ficou com a drag Vitória Queen, de Macaé, que levou o prêmio de R$ 1000. "Estou emocionada! É a primeira vez que participo de concurso. Tudo é novidade! Não imaginava, porque fui indicada. Sem sombra de dúvida, foi um barato", disse radiante.

    Para julgar as candidatas, a idéia inicial era de um júri popular, mas, segundo o organizador do evento Rogério Belo, ficaria complicado. A opção foi formar um corpo de jurados entre as convidadas especiais. As ilustres presenças foram: Rogéria, Jani de Castro, Laura D´Vison e Lola Batalhão.

    A homenageada da noite foi Rogéria. "Ela é uma pessoa que sempre respeitei, acho que todo mundo gay tem que respeitar, visto que ela é a primeira travesti do Brasil que, realmente, assumiu esta condição. É uma pessoa que deu a cara para bater. Veio desbravando caminho para tudo isso que está acontecendo", diz Belo.

    Os critérios para a seleção foram a melhor dublagem, maquiagem, boa apresentação e adequação da escolha da música com a performance.

    As candidatas em apresentação


    Aysla Pirv - 1º lugar

    Tatiana Kiznello - 2º lugar

    Vitoria Queen - 3º lugar

    Mathias

    Guiellyka Cyber

    Alice Bombom

    Jill Nicolas

    Dimitria Adams

    Rubia Salvation

    Luna Galtier

    Xayene Velasques

    Organização
    Um dos objetivos do primeiro Drag Brasil Show era a pontualidade, já que muitas pessoas reclamavam que Miss Brasil Gay começava atrasado.

    O organizador do evento Belo disse que não queria cometer o erro de anos anteriores, por isso marcaram para o concurso começar às 23h. "É a nossa primeira produção, é uma festa grandiosa. Estipulamos 23h contando com possíveis atrasos", explica Belo. Apesar disso, o show teve início somente à meia-noite. Só que desta vez, quem demorou a chegar foi o público.

    Mas isso não abalou as estruturas. Como disse a apresentadora do concurso Fernana Müller "tudo é uma incógnita", afinal é a primeira vez deste evento e como lembrou um dos gogo boys de Lola Batalhão, Jonata, "a primeira vez a gente nunca esquece".

    Belo, organizador do evento, sabe muito bem disso e ressaltou que o pouco tempo foi o maior problema que eles enfrentaram. "O anúncio da ausência do Miss Gay foi recente", diz. Ele explica que não foi logo em seguida que decidiram realizar o Gay Brasil Show. "Depois, de um certo tempo, é que fomos perceber a lacuna que isso causaria e criamos essa idéia para suprir a falta do Miss Gay", explica. Belo foi, então, convidado para idealizar a noite do Gay Brasil Show.

    Um dos produtores do evento Iuri Girardi falou que, mesmo com o pouco tempo para organizar a festa e o concurso, procuraram fazer uma estrutura que não fosse complicada. "Ficou muito bom. O efeito das luzes, com os doze movie lights, o telão, tudo é bacana", diz. Além disso, muitas pessoas trabalharam por trás do show, entre garçons, seguranças, barmen, equipe técnica e coordenadores.

    E não podemos esquecer da noite eletrônica, que aconteceu depois do concurso. Embalada pelos DJs Johnny Luxo e Sandro, a galera pôde dançar até o dia amanhecer e curtir a balada com vários estilos de música eletrônica e Gogoboys. Para relaxar, o dark room foi o local escolhido. Sofá, cama? Que nada! Esta foi a sala que, segundo Girardi, existia somente "gente e desejo".

    Apresentação
    Fernanda Müller ficou orgulhosa por ter sido a escolhida para apresentar o concurso, juntamente com Fabrício Maciel. Ela, antes de começar a festa, disse estava contando com o sucesso do Gay Brasil Show. "A direção de Rogério Belo é fantástica", disse. E fez questão de enfatizar que este concurso é bem diferente do Miss Brasil Gay. "É mais moderno e dinâmico. As drags apresentam um espetáculo na passarela, com músicas bem alto-astral".

    A abertura do concurso foi feita pelo Ballet Contemporâneo do Rio de Janeiro, com direção do coreógrafo Fábio de Melo. O show lembrou cenas do musical Hair, da década de 1970, em que hippies possuíam conceitos nada convencionais.

    Em seguida, foi a vez da apresentação do corpo de jurado e convidadas especiais. A hora mais esperada chega: o concurso. Apresentaram-se as concorrentes, com estilos como a sadomasoquista, oriental, punk, circense e clássica.

    O público também assitiu ao show de Hanna Suzart e GoGoboys,. Antes de anunciarem o resultado do concurso, o público pôde assistir a mais um show, com uma performance irreverente do paulista Alysson Clovis, fantasiado, nada mais, nada menos, de privada. A tampa na cabeça, a maquiagem... bem... você pode imaginar.

    Leia Mais:

  • Parada Gay reuniu 18 mil pessoas na Avenida Rio Branco
  • Festa purpurinada - Drags e travestis deram um show de fantasias
  • Turistas comparecem à maior festa gay da cidade
  • Cobertura fotográfica completa

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.