• Assinantes
  • Zona Pink

    Shows cômicos, de protesto e dublagens nos intervalos
    Platéia aplaudiu, vaiou e deu boas risadas com as apresentações... Nos ícones ao lado estão fotos do Concurso...

    Edição, fotos, reportagem:
    Ludmila Gusman
    23/08/05

    Enquanto as misses se produziam para entrar na passarela, a platéia aplaudia os shows apresentados entre um intervalo e outro, do Concurso que elegeu a Miss Brasil Gay 2005. A produção de Baby Mancini não deixou a desejar, apesar do atraso de duas horas e quinze minutos para o início da festa, marcada para às 21h.

    As apresentações alternaram entre dublagens ea cantoras como Maria Bethânia e Whitney Huston. Esta última com destaque para Úrsula Scavolini, muito aplaudida em sua interpretação.

    Além das mímicas, a platéia assitiu a shows engraçados como o da dançarina Kaíka Sabatella, que a exemplo de anos anteriores, foi a estrela da noite. Além é claro do casal que interpretou "o meu bíquini de Bolinha amarelinho tão pequeninho..." e outras músicas, provocando risadas ao público.

    Mas o que surpreendeu mesmo foi o show dos go-go boys que após o a performace em que eles ficaram seminus deixaram o palco com vaias e insatisfação da platéia.

    Antes de diulgar o resultado final que elegeria a Miss Brasila Gay 2005 foi a vez do show protesto com "Daslu e Valério: ninguém merece".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.