• Assinantes
  • Zona Pink

    Comércio em clima "arco-íris" Lojas e prestadores de serviço de JF apostam no público GLBT e investem em decoração durante a semana rosa. Setores esperam por uma injeção de R$ 5 milhões na cidade

    Fernanda Leonel
    Repórter
    16/08/2007

    Juiz de Fora acordou mais colorida nesta quinta-feira, 16 de agosto. No segundo dia de Rainbow Fest, postes, parques e pontos turísticos da cidade - habitualmente já decorados com as cores do arco-íris - ganharam a companhia do comércio local para receber bem o público GLBT.

    E não é para menos. A previsão dos organizadores da semana rosa de Juiz de Fora é que aproximadamente cem mil pessoas participem dos próximos dias de festas e seminários, injetando cerca de R$ 5 milhões na cidade.

    O setor hoteleiro, de acordo com previsão do Convention e Visitors Bureau, espera atingir a marca de 100% das instalações ocupadas. O que já está muito próxima de acontecer, também a partir de estatísticas do Convention.

    Restaurantes, bares e afins, dão a sua cartada. Casas que tradicionalmente não possuem programação voltada para o público homossexual preparam pratos diferentes, com nomes relacionados ao tema e noites de festa pra lá de badaladas. A expectativa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) é de que as vendas aumentem 30% nos próximos dias.

    A Associação Comercial de Juiz de Fora aposta em um incremento de vendas em 2007 de 5% a mais que na mesma época no ano passado. E, por isso, também recomenda que as lojas apostem no seguimento.

    foto de loja decorada com as cores do arco-íris foto de loja decorada com as cores do arco-íris foto de loja decorada com as cores do arco-íris

    É só andar pelas ruas do centro de Juiz de Fora para perceber como tem muita gente seguindo o conselho a risca - ou então inventado seu jeito de atrair o interesse desse público. O comércio já deu um jeito de estampar o seu apoio aos GLTBs logo na entrada das lojas.

    foto de Geraldo "Temos que aproveitar a chegada de tanta gente na cidade. A gente decorou a loja para fazer um certo marketing, mas também para apoiar a causa", explica Geraldo Magela (foto), funcionário de uma loja de sapatos.

    No local em que ele trabalha, a vitrine ganhou até uma espécie de brincadeira: numerações que vão de 39 a 42, estão à venda com preços especiais.

    Aliás, é exatamente nesse público que eles pretendem investir. Mulheres homossexuais são o principal alvo da loja dele, nos próximos dias de semana rosa.

    Há também quem entre no espírito do Rainbow Fest por inteiro. Mais que enfeitar vitrines ou colocar algum símbolo que represente um abraço à causa homossexual, tem muita loja na cidade que resolveu caprichar até no uniforme das vendedoras.

    foto uniforme preparado para a festa rainbow foto uniforme preparado para a festa rainbow
    Bandeira dois

    foto de lucio A prestação de serviços também lucra com o aumento do fluxo de pessoas na cidade. Taxistas, por exemplo, que acabam dando "aquela mão" para quem veio de fora e não sabe como chegar aos principais eventos, são um dos principais privilegiados.

    E para devolver todo esse sucesso, vale uma homenagear o público GLTB com bandeirinhas. Elas são colocas voluntariamente, como explica Lúcio André Fonseca (foto). Para ele, o símbolo que não custa nada, acaba dando um bom retorno. Números só superados nos dias que antecedem o natal, no fim do ano.

    "O pessoal gosta de ver as bandeirinhas aqui porque aí vê que quem colocou não tem preconceito. Acabamos atraindo mais clientes. E eles são ótimos, dão boas gorjetas", brinca.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.