• Assinantes
  • Zona Pink

    Não ao preconceito, na V Parada Gay de Juiz de Fora O centro da cidade foi tomado por cinco trios elétricos que embalaram o público com músicas tribal house e muita alegria em "clima cor-de-rosa"

    Colaboração: Thiago Werneck
    Edição: Ludmila Gusman
    Designer: Lúcio Tanini
    18/08/2007

    Uma cidade mais colorida e diversificada na luta contra o preconceito. Assim a V Parada Gay de Juiz de Fora reuniu milhares de pessoas entre homossexuais, simpatizantes e curiosos, acompanhando os cinco trios elétricos do evento. Todos comandados por DJ´s que agitaram o público com muito tribal house.

    Os trios, que já se aqueciam na Avenida Rio Branco, interromperam as músicas para que os organizadores do evento ressaltassem a importância da festa. O presidente do Movimento Gay de Minas, Oswaldo Braga foi o primeiro a falar. "Vamos lembrar que nosso lema é 'Por um mundo sem machismo, racismo e homofobia' e essa é nossa causa". Oswaldo fez um pedido aos presentes. "Pessoal, peço uma coisa: não vamos votar em políticos homofóbicos", declarou.

    Em seguida, o público ouviu os discursos do representante do grupo adolescente do MGM, Jader Ribeiro e de um dos diretores do movimento Marcos Trajano . Ambos chamaram a atenção para defesa dos direitos dos homossexuais.

    Recado passado, foi a vez da cantora juizforana Yanna cantar o Hino Nacional e, em seguida, o considerado Hino Gay "I will survive", acompanhada de Marlos Vinícius no violão e Fernanda Malta na percurssão. A música animou o público que ficou ainda mais agitado no momento do tradicional beijo. "Nada melhor para expressar um momento de paz, união e diversidade como esse, do que um beijo", disse Oswaldo que em seguida, beijou seu companheiro Trajano, para delírio de militantes gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros de Juiz de Fora e de várias partes do país que acompanharam a Parada.

    Depois foi só esperar a contagem regressiva e começar a curtir o embalo dos trios elétricos da Parada Gay. Atrás do trio principal, uma grande bandeira com as cores do arco-íris foi estendida sendo agitada pelo público, lembrando as grandes torcidas de futebol. Gravatas, bandeirinhas coloridas e os adereços cor de rosa, como os arquinhos, foram sucesso na avenida.

    Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora

    O percurso que começou oficialmente em frente ao Parque Halfeld interrompeu o trânsito nas principais avenidas da cidade. Seguindo pela Rio Branco, os trios desceram a Avenida Independência e terminaram seu trajeto na Praça Antônio Carlos, onde uma estrutura de pista de dança e de tendas funciona desde a última quarta-feira, dia 15 de agosto.

    Homossexuais e também casais héteros acompanharam a Parada Gay. Para Marcos Trajano a parada é o exemplo de como as pessoas podem ser felizes se respeitarem as diferenças. "Esse aqui é um grande exemplo de coletividade. É bom todos verem que quando a comunidade se mobiliza é possível paz e que é saudável todos viverem bem. O diferencial esse ano foi que primamos pela segurança e conforto do público ", destaca.

    Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora

    Para Oswaldo, a festa não poderia estar melhor. "Temos cem mil pessoas aqui. A recepção está maravilhosa e o sucesso está garantido", comemora. O casal de Belo Horizonte Felipe Santos e Carlos Sampaio, destacam a recepção de Juiz de Fora para receber o público gay. "A cidade está toda enfeitada, estrutura é muito boa para nos receber. O povo é mais civilizado e respeitam nossos direitos aqui", contam.

    Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora

    Felipe afirma que já foi em todas as paradas gays do Brasil, mas só volta nas de Juiz de Fora e São Paulo. "É o quarto ano consecutivo que a gente vem para cá. Sem dúvida a melhor Parada Gay do país, junto com a de São Paulo", ressalta. "Uma cidade do interior, de um estado conservador que é Minas Gerais, receber os gays desse jeito é um avanço muito grande e coloca Juiz de Fora na frente", acredita Carlos.

    Além do público GLBT,, os curiosos chamam a atenção na festa. Várias pessoas fotografam tudo e tiraram fotos junto com as Drags Queen mais enfeitadas. "Somos simpatizantes e viemos nos divertir", conta Wanderson Braze, reunido com um grupo de amigos.

    Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora Parada Gay de Juiz de Fora

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.