• Assinantes
  • Zona Pink

    Cerca de 80 mil pessoas são esperadas para celebrar uma década da Parada Gay em JF

    Organizador do evento destaca que muitos avanços foram alcançados, mas que ainda existe muito preconceito

    Andréa Moreira
    Repórter
    17/8/2012
    Parada do Orgulho Gay 2011

    Quatro trios elétricos vão arrastar cerca de 80 mil pessoas pelas principais ruas de Juiz de Fora neste sábado, 18 de agosto, durante a 10ª Parada do Orgulho Gay. "É uma década de parada. Me lembro que na primeira foram 10 mil pessoas atrás de um pequeno carro. Choveu naquele dia e um lindo arco-íris apareceu. Então, eu gritei: olha o nosso símbolo no céu", recorda o coordenador da Parada Gay, Oswaldo Braga, que afirma que pretende apresentar nesta edição a festa mais colorida do município. "Nós estamos animadíssimos. Acredito que será um grande festejo e espero que tudo saia perfeito," completa.

    Com o tema Brasil - país rico é país sem homofobia, os organizadores utilizaram o slogan do governo federal para lutar contra a homofobia, como explica Braga. "Fizemos uma referência direta ao slogan utilizado pelo governo para chamar mais a atenção não só de Juiz de Fora, mas de todo o Brasil sobre o preconceito que ainda existe contra os homossexuais."

    Braga ressalta que muitos avanços foram alcançados nestes dez anos, mas que ainda existe muito a ser feito. "Em 2002 nós acreditávamos que quase ninguém iria à parada, mas não foi isso que observamos. Afinal, reunimos 10 mil pessoas. Hoje não temos mais esse temor. Mas, em 2012, ainda lutamos contra a homofobia e por mais um ano vamos fazer isso."

    O coordenador da parada explica que o primeiro trio elétrico será o oficial do evento, seguido pelo carro do Rei da parada, que terá como representante o jovem militante juiz-forano, Guilherme Alves. "Ele tem 22 anos e desde os 15 atua no MGM [Movimento Gay de Minas]. A escolha não poderia ter sido melhor, afinal, vamos falar da vulnerabilidade dos jovens gays, com foco no combate à violência, à homofobia, ao bulling e principalmente à Aids," ressalta Braga, lembrando que o terceiro trio elétrico será das lésbicas e o último, dos travestis.

    A concentração para a 10ª Parada do Orgulho Gay está marcada para as 12h, no Parque Halfeld. Por volta das 14h a multidão segue pela avenida Rio Branco em direção a avenida Presidente Itamar Franco. A previsão de chegada do último trio elétrico na praça Antônio Carlos é às 18h.

    Segurança

    Vinte e três viaturas e 230 policiais militares irão fazer a segurança das pessoas que participarem da Parada do Orgulho Gay. De acordo com a assessoria da Polícia Militar, o trabalho começa às 11h e só termina quando o público da praça Antônio Carlos se dispersar. Durante esse tempo serão adotadas algumas medidas de segurança como o monitoramento das redes sociais, com o objetivo de identificar possíveis encontros de gangues rivais que planejam confrontos, atos de vandalismos e arrastões. Também haverá reforço no policiamento, nas áreas consideradas de risco, que são o Parque Halfeld, a praça Antônio Carlos e a praça da Estação. Sendo que neste último local também irá ocorrer o lançamento da Base Comunitária Móvel. Os policiais também farão a operação denominada Pit Stop nos bairros e no trajeto até o Centro, no sentido de coibir atos de vandalismo, excessos no trânsito e rixas.

    A Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) também vai oferecer apoio durante o evento. De acordo com a assessoria da SAU, 34 fiscais vão atuar durante todo o dia, nas avenidas Getúlio Vargas, Presidente Itamar Franco, além da rua Halfeld e da praça Antônio Carlos. Os ficais vão coibir o uso e o comércio de qualquer recipiente de vidro em toda a extensão do evento. De acordo com a assessoria, a venda de bebidas em garrafas será permitida somente dentro dos estabelecimentos, porém, a solicitação da SAU é que os comerciantes priorizem o uso de latas e embalagens plásticas.

    A secretaria informa ainda que, na parada, está proibido usar serpentinas metálicas, e os ambulantes deverão estar sempre em movimento, transportando as mercadorias em caixas de isopor ou bolsas térmicas. A assessoria destacou que em 2011 a equipe de fiscalização não constatou irregularidades durante a parada.

    Braga destaca que a Parada do Orgulho Gay é um lugar de alegria e não de confusão, mas que lamenta os incidentes ocorridos nos últimos anos. "Muitas pessoas comentam da violência durante a parada. Mas é uma festividade pública e cada pessoa faz o que quer. E garanto que a melhor opção é se divertir e beijar na boca", brinca.

    Preservativos

    De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde, 30 mil preservativos serão distribuídos durante a Parada do Orgulho Gay. Do total, 10 mil foram cedidas pela Prefeitura e 20 mil pelas Organizações  Não Governamentais que participam do evento. A iniciativa busca o trabalho de prevenção e combate à disseminação das doenças sexualmente transmissíveis

    Tempo

    Igual há dez anos, a Parada do Orgulho Gay de 2012 também deverá ter chuva. A informação é do meteorologista do Centro de Climatologia Tempo Clima Puc/Minas, Heriberto Santos. "O tempo permanecerá nublado e com chuvas fracas durante todo o dia." A mínima em Juiz de Fora neste sábado será de 14º C e a máxima de 19º C.

    Os textos são revisados por Mariana Benicá

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.