• Assinantes
  • Zona Pink

    São Paulo conquista título de Miss Brasil Gay


    Reportagem: Emilene Campos
    Fotos Digitais: Ana Maria Reis
    20/08/2000

    A cena se repetiu em 2000. A exemplo do ano passado, o público escolheu uma candidata e o corpo de jurados, outra. A escolhida do público foi Keity Spier, Miss Rio Grande do Sul, mas ela teve que se contentar com o terceiro lugar. Pressões à parte, São Paulo levou o título de Miss Brasil 2000. Representada por Michele X, a paulistana surpreendeu o público durante a apresentação do traje de gala. Depois de retirar a capa azul, a platéia ficou decepcionada com a simplicidade do vestido, um longo de cetim pink.

    Mas isso era apenas uma estratégia para Michele X brilhar absoluta no passarela. Em questão de minutos, ela retirou a segunda capa e o público se deslumbrou com um vestido preto totalmente bordado em pedraria, formando desenhos em espirais. Já o segundo lugar foi conquistado por Alessandra Vargas, representante de Tocantins. A festa que levou ao Ginásio do Sport Clube cerca de 4 mil pessoas teve mais de 5 horas de duração. Quem compareceu não se decepcionou. Entre um desfile e outro, o público pode conferir espetáculos marcados pela ousadia e pela criatividade.

    O destaque ficou por conta da apresentação da inusitada dança do "ventre" feita por modelos de São Paulo. Ao som da Melô do Beijo e de El Arbi (Khaled), eles levaram a platéia ao delírio. Tiraram peça por peça da vestimenta preta e dourada e, por pouco, não concluíram o streap-tease. A segunda apresentação do grupo também causou grande frisson. Caracterizados como os cantores do Village People, eles fizeram todo o Ginásio do Sport cantar o hino gay "IMCA".

    Até Hans Donner e a Globeleza Valéria Valenssa, que faziam parte do corpo de jurados, ficaram extasiados com o espetáculo. "Nem na Áustria, nem na Alemanha, nem na Suíca, eu poderia ver um espetáculo tão maravilhoso como este", disse entusiasmado o marido da Globeleza. Outro ponto alto foi a apresentação de Tara Novak (foto). Ao som de músicas francesas, a transformista fez performances no ar, enrolando-se em duas tiras de lycra.

    Classificação:
    Melhor traje típico

    As 12 finalistas em ordem alfabética
    Melhor traje de gala


    Miss Simpatia

    Mayara Beta - Para

    Veja também:

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.