Incluindo uma série de iniciativas, o Dia da Consciência Negra- no domingo (20)- contará com uma feira de arte e artesanato, bate-papo, palestra, oficina de turbante, samba com as Charmosas do Tamborim, contação de histórias com o grupo Nzinga e teatro com As Ruths, das 8h às 19h no Museu Ferroviário, localizado na Avenida Brasil, 2001, Centro. A programação organizada pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir), em parceria com a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa),tem como fio condutor o tripé: informação, formação e fruição.

A centralidade do evento visa a debater os avanços e os desafios da pauta da igualdade racial em Juiz de Fora e no Brasil, considerando os recortes econômico, político, social, educacional e cultural. conforme o integrante do Compir, Paulo Azarias, a militância soma incontáveis vitórias, mas precisa seguir firme, porque ainda há  muito o que avançar na luta por igualdade.

O evento é parte da Agenda Novembro Negro, organizada pela Prefeitura de Juiz de Fora, com participação de várias secretarias municipais e de instituições parceiras. Confira as atividades e horários:

- 8h às 18h – Feira do Etnodesenvolvimento + Lixarte Brechó com Arte (crochê, roupas, acessórios)

- 9h – Palestra “A importância dos contos de fadas”, com Flávia Nascimento

- 11h – Roda de conversa “Se o poder é bom, negras e negros querem poder!”, com participação de ex-candidatos pretas e pretos aos poderes Executivo e Legislativo

- 13h – Bate-papo com Matheus Leri – Juventude Negra e LGBTQIA+

- 14h – Oficina de turbante “Cultura e resistência para além de estéticas”, com Elizabete Martins e Marilda Simeão

- 15h – Show “Vamos todos cantar e dançar”, com as Charmosas do Tamborim

- 16h – Contação de histórias “Conto e reconto africano”, com o grupo Nzingas

- 17h – Palestra “Economia: Como cuidar do seu dinheiro”, com Vânia Nascimento

- 18h – Apresentação do Grupo de Artes Cênicas e Políticas: As Ruths

Tags:
arte | Atividades culturais | Consciência Negra | Cultura | Dia da Consciência Negra | Educação | filme | Geral | manifestações | Museu | São Paulo

Divulgação PJF - Programação gratuita começa às 8h e vai até as 19h no Dia da Consciência Negra -20 de novembro

COMENTÁRIOS: