• Assinantes
  • Autenticação
  • Animais

    Mitos e verdades sobre os gatos  

    Nome do ColunistaDaniele Milione  15/09/2018

    Muitos de vocês já devem ter ouvido falar que "gatos têm sete vidas", certo? Errado. Os felinos são animais tão sensíveis e susceptíveis a adoecerem quanto os cães. Veremos aqui alguns mitos e verdades sobre nossos amados bichanos.

    Fato que os felinos são carnívoros e que adoram caçar... Tem hábitos noturnos e são bem territorialistas, mas não quer dizer que eles não gostem de seus "donos", e, sim, que gostam de receber afeto apenas quando lhe é conveniente.

    Com esta matéria, gostaria de deixar claro que, tanto cães como para gatos sentem dor, necessitam de serem vacinados anualmente, alimentados de forma correta e tratados com respeito e sem maus tratos.

    Sobre alimentação, devemos saber que ração de cachorro não pode ser dada aos gatos e nem vice-versa, pois elas são formuladas de acordo com a necessidade nutricional de cada espécie. Com exemplo, os gatos necessitam de taurina, um aminoácido que se não adicionado a ração, eles podem desenvolver: degeneração central da retina, cardiomiopatia dilatada, insuficiência cardíaca, alterações congênitas, resposta imune inadequada, falha reprodutiva entre outras, porque a taurina é um aminoácido encontrado nos tecidos de origem animal, se comparado a outras espécies, os gatos precisam do fornecimento de doses maiores desse aminoácido, pois não produzem em quantidades suficientes para suprir as necessidades de seu organismo. A deficiência de taurina acomete gatos com dieta vegetariana ou que recebem em sua alimentação a ração para cães, na qual não tem a quantidade necessária de taurina, pois a quantidade de proteínas é menor nessas rações.

    Outro mito é que gatos transmitem "asma". Gente, passei minha infância e adolescência escutando isso e após formada ainda continuo a escutando. Vamos entender, gatos não transmitem asma, eles emitem sons chamados de "ronronos" que fazem quando estão felizes e se sentindo bem.

    Outra discussão importante é que eles transmitem toxoplasmose, e, por isso, são "um perigo". Como falei em uma de minhas matérias passadas, eles só transmitem num período de 15 dias, período em que pelas fezes eles podem transmitir a infecção e o fazem através da contaminação fecal-oral, através da ingestão de fezes, após este período eles não transmitem mais a doença. Os 'oocistos' que podem ser ingeridos estão presentes no solo, areia, latas de lixo contaminados com fezes de gatos infectados; ingestão de carne crua e mal cozida infectada com oocistos, especialmente carne de porco e carneiro e podem estar presentes em alimentos crus sem a higienização feita de forma adequada.

    Os gatos são animais de estimação bastante carinhosos e se adaptam muito bem a apartamentos, tanto que hoje tem-se aumentado o número de pessoas que optam por ter gatos em vez de cães. Mas, por eles estarem mais adaptados aos apartamentos não quer dizer que não precisam de cuidados importantes como a vacinação, feita pela vacina quádrupla que o protege contra: Rinotraqueíte, Clamidiose, Panleucopenia e Calicivirose que pode ser feita a partir dos dois meses de vida, sendo três doses em intervalos de 30 dias e aplicação da anti-rábica após os quatro meses de idade, com reforço anual.

    Qualquer dúvida ou pergunta podem deixar aqui que reponderei.

    Espero que tenham gostado, abraços!

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.