Sábado, 26 de maio de 2018, atualizada às 10h35

Centro de Triagem volta a atender animais silvestres apreendidos

Da redação

Os animais silvestres apreendidos voltam a receber atendimento pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Juiz de Fora.

Coordenado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF), desde março o Cetas não estava realizando atendimento por causa do encerramento do contrato com empresa terceirizada que empregava o funcionário responsável pelo tratamento dos animais.

Em nota, o Ministério Público (MP) informou que a medida foi possível por conta dos recursos oriundos de Termo de Compromisso firmado pelo MP, possibilitando que Associação Regional de Proteção Ambiental (Arpa-JF) fizesse a contratação do colaborador.

De acordo com o promotor de Justiça Alex Santiago, o problema se repete em outros Cetas de Minas Gerais, fazendo com que órgãos como a Polícia Militar do Meio Ambiente e o Corpo de Bombeiros não tenham para onde encaminhar os animais apreendidos.

“Com a contratação do funcionário pela Arpa-JF, o Cetas-JF é o único do estado que receberá todos os animais silvestres destinados, considerando que ainda não foi solucionada a contratação de empresa terceirizada que forneça o serviço”, afirma o promotor de Justiça.


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.