• Assinantes
  • Autenticação
  • Animais
    Terça-feira, 25 de setembro de 2018, atualizada às 11h11

    Encontro vai reunir apaixonados pela raça Yorkshire

    Jorge Júnior
    Editor

    Neste domingo, 30 de setembro, criadores, tutores e apaixonados pela raça Yorkshire Terrier têm um encontro, a partir das 9h, no gramado ao lado da Praça Cívica da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O evento, com término previsto para as 14h, já está em sua terceira edição.

    Segundo a organizadora, Fabiana Matos, "é um espaço para descontrair e também tirar dúvidas, além disso, teremos palestra abordando comportamento, com o educador Lucas Bonoto e sobre tosa e pelagem de yorks, com Marcelo Coutinho". A programação, inclui, ainda, show dog com Allan Ragazzi, sorteio de brindes e feira de adoção da Aban (Associação dos Amigos). Para participar é necessário doar um quilo de ração.

    Pesquisa inédita

    Uma pesquisa (confira) inédita realizada  pelo  Serviço  de  Proteção  ao  Crédito (SPC  Brasil)  e  pela  Confederação  Nacional  de  Dirigentes  Lojistas  (CNDL) em todas as capitais com internautas que possuem ou são responsáveis financeiros por um animal de estimação revela que  61% dos entrevistados consideram seus  pets  como  um  membro  da  família. E para cuidar do bem-estar desses companheiros, eles gastam,  em média, R$  189  todos  os  meses,  cifra  que aumenta para R$ 224 entre os consumidores das classes A e B.

    Para quem recebe até dois salários mínimos, esse valor pode representar até 10% da renda familiar. O levantamento revela ainda que um terço (33%) dos donos de pets admite que na  hora  das  compras sempre  opta  por  itens  que  vão  além  do básico  e 21% nunca deixam de comprar algo para seus animais de estimação por falta de dinheiro.

    No  total, 76%  dos  brasileiros com  acesso  à  internet  possuem  animação  de estimação, sendo que os mais comuns são os cachorros (79%), gatos (42%) e pássaros  (17%).  Completam  o  ranking  os  peixes  (13%),  tartarugas  (6%)  e roedores (5%), como coelhos, camundongos, furões e porquinhos da índia. 52% dos entrevistados compram ração premium, 37% dos animais de estimação sempre tomam banho em pet shop e 13% fazem tratamentos estéticos com frequência.

    De acordo com a pesquisa, os produtos e serviços mais adquiridos no dia a dia para cuidados com cães ou gatos são as rações (88%), seguidas dos shampoos e condicionadores (57%), petiscos (52%), medicamentos e vitaminas (50%) e brinquedos  (44%). Com perfil  mais  exigente, mais  da  metade  (52%) dos entrevistados disse que só alimenta seus animais de  estimação com rações da linha  premium,  que  são  mais  adequadas  para  o  porte  e  raça de seus  pets, sobretudo  os  entrevistados  das classes  A  e B  (62%).  Há ainda 21% de  donos entrevistados que  oferecem comida natural, feitas exclusivamente para os cães e gatos.

    A troca de experiências assume um papel fundamental entre os entrevistados: 41% dos donos de pets participam de eventos e comunidades ligadas ao universo  pet, seja por meio de redes sociais (29%) ou encontros presenciais (10%). Além disso,93 % dos entrevistados assumem o hábito de procurar informações sobre os produtos e serviços que adquirem para seus pets, sendo que as referências mais  comuns  são  com  o  veterinário  de  confiança  (61%),  sites especializados (47%), amigos ou familiares (32%) e redes sociais (32%).

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.