• Assinantes
  • Mulher

    O conforto dita
    a moda íntima nesse inverno

    13/07/99

    Ao contrário do que se possa imaginar, o tamanho das roupas íntimas não muda do verão para o inverno. Apesar de não haver estações bem definidas, podemos identificar tendências como cores e tecidos.

    A comerciante Tânia Sfair, especializada no ramo de lingerie, diz que os novos tecidos, que aparecem nas últimas coleções, são o veludo, o modal e, em geral, tecidos associados a lycra. “A mulher está procurando mais conforto que beleza. Esta é a moda. Por isto, coleções como a Sloggi da Triumph estão fazendo sucesso.” Outro fator importante é o preço. Enquanto uma calcinha Sloggi sai por cerca de R$ 6,90, outra mais trabalhada, confeccionada com tecidos importados e rendados como a da foto, pode sair por até R$40,00 (preços pesquisados dia 09/07/99).

    As lojistas ainda apontam: os sutiãs voltaram ao início da década de 80. Armados, eles imitam o estilo Madona, modelando os seios. A roupa íntima também sofreu a influência da Tiazinha: as mulheres estão ousadas e mostrando mais a sua lingerie, afirma Tânia. “Por isto, no inverno, por baixo do blazer, vai ter muito corpete e corselete à mostra.”

    Como a lingerie imita os tons da moda inverno, saem os marrons e entram os tons de cinza e os eternos pretos. Ângela Abraão Soares, outra dona de lojas de lingerie da cidade, afirma que a mulher sempre adapta sua roupa íntima à moda da estação. “A transparência, por exemplo, pede lingerie do mesmo tom.” Mas o inverno não traz roupas íntimas maiores, “pois a principal função dela não é esquentar.” Quem costuma usar tanguinhas ou biquinis continua comprando os mesmos produtos.

    Um detalhe a se valorizar é a procura pela tecnologia na confecção dos tecidos. Microfibra com algodão, tecidos naturais e adapatdos para o nosso clima são algumas dessas novidades. O micromodal, por exemplo, utilizado pela Triumph, absorve 50% a mais de umidade que o algodão. Isto também dá mais durabilidade e um toque mais macio que os tecidos convencionais. A renda também está se aprimorando, afirma Ângela. “Está mais macia com a adição de lycra tactel.”

    Para fazer uma rápida pesquisa de estilos e preços, você pode ir à página www.lingerie.com.br. Lá estão as principais marcas brasileiras, com alguns produtos de cada uma, fotos e preços.

    Colaboração: Luciana Lima,
    estudante do 6º período
    da faculdade de Comunicação Social
    da UFJF

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.