De olho no Leão

As opções do contribuinte para a declaração do Imposto de Renda em 2000

21/03/2000

O dia 28 de abril é a data limite para a entrega da Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda Pessoa Física 2000 (IRPF). A Receita Federal tem restituído primeiro os contribuintes que fazem a declaração do IRPF pela Internet. Em 1999, dos 11 milhões de contribuintes que declararam Imposto de Renda, seis milhões usaram a rede mundial de computadores. Se você pretende optar por este meio, basta fazer um download e executar o programa gerador, que está no site da Receita (www.receita.fazenda.gov.br). Para usuários dos provedores ArtNet e IPS (de Juiz de Fora), o download pode ser feito no endereço www.ips.com.br/download/ir2000.php

Outras opções:

  • Telefone: só pode declarar o IR pelo telefone quem optar pelo desconto simplificado (para quem tem bens de no máximo R$20 mil. O número é 0300780300 (disponível a partir de abril).

  • Formulário on line: é a forma mais prática é já está disponível na Internet no site www.receita.fazenda.gov.br. Mas segue as regras da declaração por telefone. Basta preencher os dados no formulário, que pode ser aberto na própria tela do computador, confirmar as informações e enviar, sem precisar baixar um programa específico. O recibo aparece na própria tela e pode ser impresso ou salvo em disquete.

  • CD ROM: A partir da abril, serão distribuídos CDROMs com o programa gerador, e não mais os disquetes.

  • Formulário: O contribuinte precisa adquirir gratuitamente os formulários nas agências dos Correios ou na Delegacia da Receita (Av. Rio Branco, 372) ou comprar nas papelarias.

Pela Internet (e também pelo telefone), os contribuintes têm até às 20h do dia 28 de abril para enviar o formulário. Quem entregar a declaração fora do prazo será multado.

Está obrigado a prestar informações ao Fisco quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 10.800 em 99 ou isentos acima de R$ 40 mil. A declaração simplificada pode ser utilizada por qualquer um, mas o limite das deduções fica restrito a R$ 8 mil. Pelo sistema completo, a dedução por dependente é de R$ 1.080 e as deduções com educação são de R$ 1.700 por dependente.

Quem ganha até R$ 1.800 por mês paga 15% de IR e quem ganha acima de R$ 1.800 recolhe 27,5%. Gastos como escola, material escolar, alimentação e aluguel aumentaram, mas as deduções com instrução e dependentes tiveram os valores mantidos.

Mais informações podem ser obtidas no site oficial da Receita, em www.receita.fazenda.gov.br

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.