• Assinantes
  • Saúde

    Orgânicos: alimentos 100% naturais

    Repórter: Emilene Campos
    27/06/2000

    Você opta por um cardápio equilibrado. Come frutas, verduras, legumes, e acredita que está cuidando bem da sua saúde... Para os adeptos dos alimentos orgânicos, de nada vão adiantar esses hábitos, se na sua lista de compras ainda figuram enlatados e alimentos cuja produção inclua agrotóxicos.

    Livre de adubos químicos e de conservantes, os orgânicos são a mais nova opção para quem não abre mão de se alimentar bem. É o caso da comerciária Marlene Brandão Barbosa. "Durante uma aula de yoga tomei conhecimento desse tipo de alimento e passei a consumi-lo”, conta. Os cuidados com a alimentação, porém, não se restringem aos limites de sua casa. Marlene já disseminou o novo hábito na empresa da família. Desde 1998, boa parte dos alimentos que entram no refeitório da empresa são orgânicos. O que inclui agrião, alface americana, brócolis, espinafre, berinjela, beterraba, cenoura, quiabo, entre outros.

    Já se passaram dois anos, desde que Marlene provou os primeiros legumes e verduras orgânicos. Além da sensação de bem estar após a refeição, ela garante que até o sabor do orgânico é mais gostoso que o do tradicional. “Notar a diferença no sabor é possível, mas pode variar de paladar para paladar e de acordo com o tipo de alimento orgânico”, explica o professor de Análise de Alimentos da Faculdade de Farmácia e Bioquímica da UFJF, Marco Antônio Moreira Furtado.

    Os orgânicos também fazem parte da mesa do metalúrgico Cledson Eduardo Vidgal. Vegetariano há dez anos, ele encontrou nestes alimentos mais uma forma de aprimorar sua dieta e a de sua família. “Como moro em apartamento, não tenho como cultivar esses produtos de forma saudável, sem agrotóxicos”, conta.

    A nova forma de cultivo também facilitou a vida dos fiéis da Igreja Messiânica. Criada em 1931, a igreja prega o consumo de produtos da chamada “agricultura natural”. Ensinamento difícil de ser seguido, já que nem todos podem ou se dispõem a cultivar verduras, frutas e legumes no quintal de casa. Para incentivar a prática, os messiânicos realizam feiras de alimentos orgânicos, todas as terças. "Os produtos são comprados de um agricultor da região e a feira já é referência até para quem não freqüenta o templo”, relata o secretário da igreja, Luiz Gonzaga de Oliveira.

    Independente da crença ou modo de vida, a grande vantagem dos orgânicos é a ausência de substâncias químicas na sua produção. O professor de Análise de Alimentos da Faculdade de Farmácia e Bioquímica da UFJF, Marco Antônio Moreira Furtado, explica que, embora ainda não existam estudos específicos sobre os orgânicos, a ausência de adubos químicos e conservantes diminui as chances de as pessoas adquirirem determinadas doenças, como o câncer, e até alergias.

    Leia ainda:

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.