• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa
    Segunda-feira, 11 de abril de 2011, atualizada às 14h10

    Ambiente adequado é fundamental para o desenvolvimento de cada espécie de orquídea

    Victor Machado
    *Colaboração
    Foto de orquídea

    As orquídeas são plantas muito comuns e admiradas pelos brasileiros, mas é preciso ter alguns cuidados para que não percam a beleza. De acordo com o organizador de um evento que expõe flores do tipo em Juiz de Fora, Alcino Ribeiro Fraga, a primeira preocupação, ao adquirir uma orquídea, é se informar sobre o ambiente adequado para a planta.

    Isso porque, existem três categorias de orquídeas, as que gostam de sol o tempo todo, as que preferem meia-luz (com iluminação, mas sem radiação direta do sol) e as que gostam de sombra. "Se deixadas em local inadequado, elas podem queimar ou não florescer."

    Outros cuidados importantes são colocar água duas vezes por semana e fazer adubação uma vez por semana. "É só colocar um tanto de água que encharque a planta. As orquídeas não gostam de exagero, como pratinhos ou vasos que demoram a secar. O adubo pode ser feito com materiais orgânicos ou químicos", comenta Fraga.

    O colorido das orquídeas

    Exposição

    Uma exposição de orquídeas, com cerca de 220 espécies e aproximadamente 1.600 vasos, está em cartaz na rua Jarbas de Lery Santos 1.655, até o dia 16 de abril. O evento está aberto de segunda a sexta-feira, e aos sábados de 9h às 19h, com entrada franca. São plantas brasileiras, tailandesas, colombianas, venezuelanas e de outras localidades. "As plantas mais exóticas são da Ásia, um continente forte para orquídeas. Mas temos muito na América do Sul." A expectativa da organização é cerca de 4 mil pessoas passem pelo local.

    O objetivo do evento é proporcionar ao público a oportunidade de ver algumas espécies diferentes. Fraga explica que existe um evento nacional, realizado na cidade, que ocorre sempre na mesma época do ano. "Como as orquídeas florescem apenas uma vez por ano, as pessoas viam sempre as mesmas plantas. O evento é uma alternativa para que as pessoas conheçam outras espécies."

    A orquídea mais rara da exposição é a Trichoglottis brachiata, asiática, e que pode chegar a custar R$ 500. Outra espécie rara é a Orquídea Negra. "Encontrar uma planta preta é algo muito difícil, ainda mais uma orquídea." Para Fraga, o que chama a atenção dessas exposições é o colorido. "As pessoas passam pelo local e o colorido desperta os olhares."

    *Victor Machado é estudante do 7' período de Comunicação Social da Faculdade Estácio de Sá

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.