• Assinantes
  • Autenticação
  • Casa

    Planejando a viagem para visitar o Salão Internacional do Móvel

    Nome do Colunista Raquel Campanate 18/03/2019

    Um dos fatores de sucesso para se aproveitar uma viagem é o planejamento. Enquanto o dia-a-dia é cristalizado em pequenos eventos que dão ritmo ao cotidiano, nos disciplinando em hábitos e tarefas, esse padrão é rompido quando estamos em viagem. No entanto, a organização do tempo deve ser, ainda assim, considerada. E quando se trata de destinos cuja natureza é o trabalho em locais turísticos, a meta deveria ser holística, gerando um esforço maior para conciliar os aspectos profissional e pessoal.

    Para dar continuidade à matéria anterior, portanto, será colocada, aqui, algumas indicações práticas que podem contribuir, dentro de uma perspectiva global, para a elaboração de um programa para visitar a feira e aproveitar a cidade. Tendo em vista que na rotina é comum surgirem imprevistos, imagina quando se tem pela frente o Salão Internacional do Móvel numa cidade como Milão.

    Minha primeira dica é, então, sugerir um planejamento global para a viagem. Isso significa saber quantos dias serão reservados para a feira no parque de exposições Rho, quantos dias destinados ao Fueri Saloni e a quantidade de dias ou horários livres para conhecer a cidade. E para quem não leu o que escrevi no primeiro texto, é importante ter o conhecimento prévio do número de eventos que ocorre simultaneamente por toda a cidade, extrapolando os limites geográficos do Salão do Móvel.

    Para estruturar o roteiro, além das páginas oficiais dos eventos www.salonemilano.it e www.fuorisalone.it, alguns outros sites e referências podem elevar o nível da viagem. O Eventbrite, é um exemplo de plataforma online de eventos que é muito útil para descobrir atividades que estarão acontecendo, inclusive, fora do calendário oficial. Uma outra forma de atualizar sobre o mundo de design e melhorar a leitura sobre esse universo é seguir algumas referências, como, por exemplo, a escritora Alice Rawsthorn. E, para descobrir mais sobre a feira em si, as tendências na área e fazer conexões com outros nichos de mercado, cito Fah Maioli, cool hunter, brasileira, morando em Milão, que foi de grande valia nas minhas pesquisas.

    Tendo em vista essa primeira organização do tempo, como dica de número dois sugiro comprar ingressos para a feira antecipadamente online, podendo também incluir o ticket do metrô. Otimiza-se, assim, o tempo que seria perdido em fila e tem-se garantido o desconto, comprando previamente.

    A terceira dica é pesquisar quais os stands de sua escolha que estarão presentes no Salão do Móvel e verificar a sua localização, informação disponibilizada no site do evento. Tendo consciência da impossibilidade de visitar todos eles, é importante saber quais são as marcas que são referência e quais aqueles que apresentam um interesse em particular. E, após essa seleção, é interessante mapear e organizar um roteiro para ser mais assertivo em relação ao tempo disponível. Algumas marcas exercem grande poder de influência e atração e costumam estar entre as mais visitadas. Algumas que me chamaram muito a atenção foram os stands das marcas Edra, Kartell, Moroso, Poliform, Vitra, Lasvit, além dos designers como os Irmãos Campana, Patricia Urquiola e estúdio Nendo entre outros.

     
    Irmãos Campana para Lasvit e stand da Moroso, 2015. Foto: acervo pessoal.

    Mapear os eventos do Fueri Saloni, da mesma forma como feito no Salão do Móvel, é também fundamental para focar naquilo que, para cada um, é mais interessante para ser visitado e por isso é a quarta dica. Como é espalhado pelos bairros da cidade, é uma oportunidade para conciliar a pesquisa com o turismo. Os eventos variam muito em relação ao formato. Alguns possuem vários ambientes, reunindo diferentes marcas num único complexo de grande dimensão, como é o caso do Superstudio no bairro Tortona.  Outros, acontecem nas lojas da marca que podem fazer algumas apresentações de seus produtos, como, por exemplo, a Poltrona Frau, que realizou ao vivo a fabricação artesanal da sua clássica poltrona. Ainda assim, sugiro escolher quais lojas entrar porque o tempo não é amigo e ter de fazer escolhas numa cidade tão incrível quanto Milão parece injusto. A Rinascente é uma loja de departamento bem interessante porque tem um repertório muito amplo de marcas e ainda fica bem próxima à Duomo, a Catedral de Milão. E aconselho ficar atento para conferir as exposições de designers brasileiros.

    Demonstração da produção artesanal da Poltrona Frau e espaço da Moooi Carpetes com cenografia incrível, 2015. Foto: acervo pessoal.

    Para encerrar diria que a quinta dica é um mix de ideias. Se considerar adquirir muitos catálogos, revistas e material dos fornecedores é válido considerar levar, para a feira, malas pequenas de rodinha ou mochila. E, por último, conhecer alguns restaurantes, como por exemplo, o The Manzoni, assinado por Tom Dixon, que é novidade deste ano de 2019; pedir para visitar hotel, eu consegui conhecer o Armani Hotel e considero imperdível. Além disso, ir no Triennale Museu de Design e agendar visitação para ver ao vivo a Santa Ceia de Leonardo da Vinci.

    Considero, por fim, como a dica mais preciosa aproveitar a energia da cidade, deixando que ela apresente seus encantos e peculiaridades. É só deixar fluir o espírito de viajante.



    Suíte do Armani Hotel, 2015. Foto: acervo pessoal.

    Raquel Campanate é designer de interiores e fotógrafa de arquitetura e interiores, produto e institucional. Formada em Design de Interiores e também em Administração de Empresas e Gestão de Recursos Humanos. É especialista em Planejamento e Gestão Social e é conselheira consultiva na Fundação Guairá.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.