A Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio do Departamento de Estudos Pesquisas e Projetos, divulgou dados coletados no período de 8 de agosto a 30 de outubro de 2022, através da “Pesquisa de satisfação dos consumidores com
os planos de saúde em Juiz de Fora ”, com intuito de analisar o contentamento dos usuários com os serviços privados de saúde.

No período de janeiro de 2021 a junho de 2022 foram registradas, a partir dos atendimentos feitos, 233 reclamações contra 42 operadoras do nicho, sendo 61,2% dessas direcionadas a 3
fornecedores ligados à saúde suplementar ativos no município. Entre os 25 tipos diferentes de problemas identificados, são destaque demandas sobre o atendimento tiveram 86 aberturas (36,91%); Problemas com contratos de saúde (não cobertura, abrangência, reembolso) que possuem 15,9% das reclamações; 31 manifestações de não cumprimento à oferta (13,3%).

A pesquisa foi aplicada presencial e virtualmente por meio de questionário. Os clientes dos planos de saúde puderam responder o questionário via redes sociais do Procon, presencialmente, na agência e também durante os cursos ofertados pela Escola de Direito do Consumidor e Educação Financeira.

Segundo a Supervisora de Projetos e Pesquisas, Gisele Zaquini, “as pesquisas de satisfação são um excelente instrumento de escuta do consumidor, uma vez que a partir das observações feitas por estes o Procon identifique as principais demandas, organize ações de orientação aos fornecedores visando a garantia dos direitos dos consumidores”.

Veja a pesquisa completa aqui.

Tags:
ANS | Consumidor | Economia | Planos de Saúde | Procon | Saúde

PJF - Reprodução

COMENTÁRIOS: