Abaixo-assinado contra aumento do IPTU recolhe mais 3,5 mil assinaturas em nove horas de protestoDocumento será entregue, juntamente com uma carta, aos vereadores de Juiz de Fora, a fim de propor votação contrária à mensagem do Executivo

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
7/12/2010

Protesto contra o reajuste do IPTU

O abaixo-assinado, organizado por sindicatos e entidades de caráter trabalhista, que vêm recolhendo assinaturas contra o reajuste no valor do IPTU já contabiliza 3,5 mil nomes, conseguidos durante nove horas de protesto. "Começamos no último sábado [dia 4 de dezembro] e, até a tarde desta terça [dia 7], temos percebido apoio intenso por parte da população", destaca o diretor da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Oleg Abramov.

Segundo ele, as pessoas que participam do ato relatam os prejuízos que tiveram e poderão ter em função do reajuste de 10%, proposto pelo Executivo. "Idosos e servidores públicos contam que já perderam a isenção, depois de anos de benefício, o que foi causado pelo aumento do ano passado. O reajuste é maior do que o aumento salarial do funcionalismo público durante dois anos."

De acordo com Abramov, a intenção é colher assinaturas até a próxima quinta-feira, dia 9. "Estamos especulando e a indicação é que a mensagem do Executivo seja colocada em votação na Câmara [Municipal de Juiz de Fora] na próxima sexta-feira [dia 10]." O abaixo-assinado deverá ser entregue aos vereadores, juntamente com uma carta sugerindo a votação contrária ao reajuste.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.