Movimento não pretende parar Estudantes vão manifestar até o preço da passagem baixar

Renata Cristina
Repórter
31/01/2007

Para evitar o enfraquecimento do movimento em Juiz de Fora, com o início do recesso acadêmico na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a partir da próxima semana, os universitários já estão em contato com os estudantes secundaristas, que devem ficar responsáveis pelas manifestações contra o aumento da passagem de ônibus.

Segundo a coordenadora do movimento estudantil, Juliana Medeiros, uma reunião está programada ´para a próxima segunda-feira, dia 05 de fevereiro, envolvendo os conselhos de classe de escolas públicas e particulares da cidade. "Vamos convidar todas as lideranças para que não consigam abafar os estudantes".

Para Luã Cupolillo, representante dos secundaristas e militante do grupo Juventude e Revolução, o movimento deve ganhar maior representatividade a partir da próxima semana. "Os estudantes de 2º grau são numerosos e têm um peso muito forte nas manifestações".

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.